sexta-feira, 11 de março de 2011

Era um ótimo currículo.

Uma vez eu trabalhei com um cara que tinha um currículo bem legal para a função que ele exercia. Cursos, idiomas, graduação, experiência… era um ótimo currículo. Apesar de não ser exigência para a função dele, também tinha bastante conhecimento com design e as ferramentas específicas para tal. A gente trabalhava em áreas distintas, mas com uma certa ligação profissional.

Teve uma vez que a nossa gerente pediu para ele criar uma logomarca pra um projeto que a gente tava começando. Fiquei super curioso pra ver a logo. Pelo currículo dele, já dava pra esperar algo bem legal.

Mas o dia que era pra ele apresentar a logo, ele tirou do bolso um papel dobrado com uma "coisa" super estranha desenhada, muito mal feita, criada no Paint e ele ainda imprimiu em preto e branco num papel de rascunho. Lógico que a nossa gerente pegou pesado com ele, né? Apesar do currículo dele, alguns meses depois, esse cara acabou sendo demitido.

Malaquias 1: 8-14 faz um comparativo com as coisas que a gente faz para o nosso superior e com as coisas que a gente faz para Deus. Leiam com atenção, fazendo um comparativo com o que você tem feito para Deus!

- "Na hora de trazerem animais cegos para sacrificar, vocês não vêem mal algum. Na hora de trazerem animais aleijados e doentes como oferta, também não vêem mal algum. Tentem oferecê-los de presente ao governador! Será que ele se agradará de vocês? Será que os atenderá? ", pergunta o Senhor dos Exércitos. "E agora, sacerdotes, tentem apaziguar a Deus para que tenha compaixão de nós! Será que com esse tipo de oferta ele os atenderá? ", pergunta o Senhor dos Exércitos. "Ah, se um de vocês fechasse as portas do templo. Assim ao menos não acenderiam o fogo do meu altar inutilmente. Não tenho prazer em vocês", diz o Senhor dos Exércitos, "e não aceitarei as suas ofertas. Pois do oriente ao ocidente grande é o meu nome entre as nações. Em toda parte incenso e ofertas puras são trazidos ao meu nome, porque grande é o meu nome entre as nações", diz o Senhor dos Exércitos. "Mas vocês o profanam ao dizerem que a mesa do Senhor é imunda e que a sua comida é desprezível. E ainda dizem: ‘Que canseira! ’ e riem dela com desprezo", diz o Senhor dos Exércitos. "Quando vocês trazem animais roubados, aleijados e doentes e os oferecem em sacrifício, deveria eu aceitá-los de suas mãos? ", pergunta o Senhor. "Maldito seja o enganador que, tendo no rebanho um macho sem defeito, promete oferecê-lo e depois sacrifica um animal defeituoso", diz o Senhor dos Exércitos; "pois eu sou um grande rei, e o meu nome é temido entre as nações. "

Quando Deus pede para você fazer algo para Ele, como é que você faz? De qualquer jeito ou faz como se fosse a coisa mais importante que você tem pra fazer? Você vai além do limite ou faz só pra constar que fez, pra sair no relatório? Depois de ler esse texto de Malaquias, como você acha que está o coração de Deus ao ver o seu "esforço" em prol do Reino?

Acabou o tempo de ficar brincando de crente, de membro de igreja evangélica! Vamos arregaçar as mangas!!!

No versículo 10, Deus diz: "ah, se um de vocês fechasse as portas do templo. Assim ao menos não acenderiam o fogo do meu altar inutilmente. Não tenho prazer em vocês!"

Te pergunto: você acha que quantas igrejas sobrariam abertas hoje em dia? Faço apenas uma ressalva: você é a igreja de Deus aqui na terra! Será que Deus estaria pedindo para manter as suas portas abertas ou fechadas?

Pense nisso!!!

3 comentários:

RODRIGO CANDIOTTO disse...

pô clebão, mando muito bem cara, parabéns...

cleberdacruz disse...

Valeu, Rodrigão!
Gloria a Deus!!!

Letícia Rosa disse...

Gostei muito da mensagem!
Refleti muito! :)
Que Deus te abençoe e que você possa sempre servi-lo com o seu melhor!