segunda-feira, 14 de março de 2011

Eu me distraía facilmente!

Quando eu estava ainda no colegial, eu só voltava do colégio pra casa com as minhas irmãs ou, quando elas saiam mais cedo, eu voltava com uma vizinha. Nunca teve problema.

Mas teve um dia que eu fiquei esperando a minha vizinha e… nada dela aparecer! Então, como ela não apareceu, eu fui no Bob's, comi um sanduíche e fui jogar bola com o pessoal lá na quadra.

Algumas vezes eu pensava comigo:

- Minha família deve estar me procurando!

Mas eu me distraía facilmente! Era só ver a bola rolando na quadra e… lá estava eu!

Depois que me cansei fui na sala de aula da minha prima, que estudava a tarde, e ela me disse que toda a família tava me procurando! Foi aí que fui pra casa dela, que era ali perto e, quando cheguei lá, a minha mãe desmaiou e vi que a galera tava chorando sem saber o que poderia ter acontecido comigo. Não imaginava que tinha causado tudo isso! Enquanto todos estavam na correria me procurando, eu estava na quadra jogando bola e me divertindo.

Romanos 10:14 diz:

- Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue?

"Como ouvirão se não há quem pregue?" Como ouvirão? Essa pergunta sempre me incomoda! Enquanto as pessoas estão chorando, precisando de ajuda, desmaiando e… morrendo, nós estamos distraídos e não conseguimos ouvir o choro delas bem do nosso lado.

Tem uma música do Tourniquet que diz o seguinte:

- Olhe em volta e eu te mostrarei um mundo que precisa de um caminho!

Eu faço esse convite pra você. Olhe em volta de você! Tire os seus olhos das suas distrações, pelo menos por um minuto e tente ver as pessoas que estão precisando daquilo que você tem: o amor de Cristo! Elas não estão precisando de teologia, de estratégias evangelísticas, de grandes pregadores e profetas. Elas estão precisando de gente que ame o próximo como a si mesmo!

Até quando você vai continuar se distraindo com as coisas dessa vida? Até quando as pessoas chorarão ao seu lado? Até quando você vai guardar o lenço no seu bolso sujo e não vai lá enxugar a lágrima dessas pessoas? Até quando? Até quando?

Amanhã pode ser tarde demais pra essas pessoas. E pra você também!

Abraços!

Nenhum comentário: