sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

A homenagem é necessária!

Pela primeira na história do meu blog (hahaha), vou abrir uma exceção e citar o nome verdadeiro de uma pessoa! A homenagem é necessária e digna!

Ontem eu fui no show da Banda de Boca e digo pra vocês: esses caras são inacreditáveis! O espetáculo foi perfeito! Tudo!!! Sabe aquele tipo de coisa que você nem percebe que o tempo tá passando? Eu me lembro que olhei a hora no celular e não acreditei que já tinha passado pouco mais de 1h de show!!! Impressionante! Não é à toa que eles foram indicados ao Grammy Latino! Mais do que merecido!

E uma das coisas que mais me chamaram a atenção foi a apresentação do Fabio Eça, Fabinho para os íntimos! Haha!!! Não vou falar as coisas que ele fez para não estragar o espetáculo, apesar de ontem ter sido o último dia dessa temporada de show aqui em Salvador.

Eu olhava para ele no palco e não acreditava que aquele era o Fabinho, tímido, calado e que prefere ficar fora dos holofotes. As caras e bocas que ele fazia, me fazem rir até agora enquanto escrevo este texto aqui. Me desculpem, mas eu não sei o que escrever! A sensação vai além do meu vocabulário. Sem palavras!

E pensando na diferença entre o Fabinho (meu grande amigo pessoal) e no Fábio Eça (cantor, ator, músico, pagador de mico e outras coisas da Banda de Boca), consigo pensar em grandes homens da Bíblia, como, por exemplo, Moisés. Um cara gago e que não seria a melhor pessoa para liderar o povo. Posso falar de Paulo que, mesmo com um espinho na carne, deu a vida pelas coisas de Deus. Mas vou me prender em Jeremias que chegou a dizer para Deus:

- Ah, Senhor Deus! Eis que não sei falar; porque ainda sou um menino. (Jeremias 1:6)

Mas ouviu Deus dizer para ele:

- Não digas: Eu sou um menino; porque a todos a quem eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar, falarás. Não temas diante deles; porque estou contigo para te livrar, diz o Senhor. (Jeremias 1:7-8)

Assim como Fabinho não olhou para a sua timidez para conseguir fazer o que ele tem feito nos shows da Banda de Boca, leio sobre Jeremias, Moisés, Paulo e outros fazendo o mesmo por causa de algo específico que Deus pediu para eles fazerem.

Infelizmente, muitas pessoas tem colocado muitas problemas pessoais e coisas que elas chamam de "defeito" ou "deficiência" para dizer que são incapazes de fazer algo que Deus pediu para elas fazerem!

O que você acha que tem impedido você de crescer na prática do evangelho? Timidez? Medo? Insegurança? Altura? Se você é gordo ou magro demais? Leia novamente o que Deus falou para Jeremias e coloque no pontilhado uma dessas coisas aqui ou aquilo que você tem visto que tem impedido você de ser o homem ou a mulher dos sonhos de Deus!

- Não digas: Eu sou ………………….; porque a todos a quem eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar, falarás. Não temas diante deles; porque estou contigo para te livrar, diz o Senhor.

Não pense que você é tímido, medroso, inseguro, etc e tal, lembre que você é filho do Deus Todo-Poderoso! Ele apenas quer ver o seu compromisso. O resto é com Ele.

Acredite nisso de todo coração!

Abraços!

Links da Banda de Boca:
- My Space: www.myspace.com/bandadeboca
- Twitter: @bandadeboca
- Site: www.bandadeboca.com.br

3 comentários:

Kadija Teles disse...

Tenho medo desse povo tímido. Pra aprontar é daqui "prali".
Fábio é uma artista nato. Tem um diretor de teatro famoso aqui em SSA que é louco pra que Fábio vire ator. Mas sabe o que eu queria ver mesmo? Era Fábio ensinando as crianças da ONG que ele dá aula no Pelô. Essa cena eu queria ver...Acho q um dia que eu estiver precisando dar risada, vou aparecer lá como quem não quer nada..kkkkkk
Bjs

Luíza Britto disse...

O show da Banda de Boca é realemente muito bom, o dia que eu fui fiquei encantada! E eu fico boba como você consegue ligar umas coisas a outras! muito legal o teexto!! beeeijo

Fábio Gomes disse...

Que legal! Fiquei feliz com a sua presença lá, bem como a dos demais amigos que foram.
Adorei as associações mostradas aqui no texto. Quando fazemos um trabalho para alguém - neste meu caso específico, para a banda - não podemos fazer concessões ou medir esforços. Posso até ter opiniões e vontades e expô-las, mas a vontade de todo o conjunto é que prevalecerá. Tem que estar disposto e fazer aquilo acreditando e amando o que faz. Muito legal Cleber ter tirado da experiência do show uma ilustração de como devemos agir quando fazemos algo pra Deus. Eu não tinha pensado nisso. Ele sabe de todas as nossas fraquezas e limitações (até mais do que nós), e nos delega algo que sabe que podemos fazer, com excelência inclusive. Abração, "Kébu"!