terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Você foi promovido?

Todos os dias eu vou para o trabalho com o mesmo tipo de roupa. Calça jeans, tênis e uma camisa básica de algodão. Simples! É uma das vantagens de trabalhar num local que não tem exigências em relação ao tipo de roupa que tenho que vestir. E isso é muito bom!

Mas não sei o que aconteceu hoje. Depois de acordar e fazer a minha devocional, fui até o guarda-roupa e troquei a calça jeans por uma calça clara e a camisa de algodão por uma camisa social. E não foi uma camisa que eu tenho costume de usar. Essa é a primeira vez que to usando essa camisa. E até fiquei bonito! hahahaha!!!

O interessante é que assim que quando eu saí do quarto pra ir pro trabalho, já ouvi os primeiros comentários:

- Você foi promovido e não falou nada?
- Vai ter reunião hoje no trabalho?
- Vai fazer exame de…? (Ps.: meu blog é um blog muito sério pra eu falar que tipo de exame indicaram! Haha!!!)

Bastou eu mudar o tipo de roupa que eu uso com freqüência pra que isso chamasse a atenção.

Sei que as roupas, nem sempre, são parâmetros pra gente observar se uma pessoa tem ou não uma vida transformada pelo Espírito Santo. Nem sempre. Mas já os frutos que você deixa por onde passa, o seu caráter… bem aí a história passa a ser bem diferente!

Em Mateus 3: 8 diz:

- Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento.

Aí eu e te pergunto:

- Quando as pessoas te procuram, elas são atraídas pelos frutos de uma pessoa que serve a Cristo ou não? Elas percebem que tem algo diferente e bom em você? Ou os assuntos são os piores possíveis? E você demonstra ser exímio conhecedor desses assuntos?

Não estou falando de assuntos normais, assuntos do nosso dia a dia, até mesmo porque defendo que devemos falar dessas coisas sim! Mas eu estou falando de assuntos que são contrários ao caráter de Cristo que devemos buscar viver. Chega a ser assustador o comportamento de certas pessoas fora de um ambiente de igreja. É como se elas buscassem produzir frutos de arrependimento dentro das igrejas e frutos estragados fora desse ambiente.

Não tenho medo em dizer que o seu "testemunho" dentro de uma igreja não quer dizer praticamente nada pra Deus. Ali é "fácil" sua máscara aparecer. Então nem fique muito feliz com o que você faz ali. A hora do "vamos ver" é do lado de fora. É ali que os frutos dignos de arrependimento devem aparecer. É na escuridão que a luz tem que brilhar.

Precisamos buscar produzir esses frutos onde formos. Onde estivermos. Você tem feito isso?

Pense bem nisso!

4 comentários:

vell disse...

Já dizia Gisela Mattos.. produzi pois frutos dignos de arrependimento. rs

Amei!

Rúbia disse...

Foi como te falei:toda vez que leio o que escreve não imagino que vai conseguir traçar um paralelo entre o seu cotidiano e algo do evangelho!Eis a questão:vc consegue, e bem!Muito legal sua crônica!Ao mesmo tempo que tem humor consegue provocar uma boa reflexão em poucas linhas.Parabéns!

Igor disse...

sem contar ainda que a sua aparencia nao refletem o seu ser... sua camisa simples vai e volta inteira com voce, quanto a camisa "chique"? Como dizia o ditado "nao se julga um livro pela capa"... "De q adianta ter o mundo inteiro e perder sua alma."
Viva a simplicidade do amor de Cristo!

Lucas Lima disse...

...Fezes! falo mermo
aehiaehaehaha
Bjo vei!