sexta-feira, 29 de abril de 2011

Fiquei com medo!

Uma vez fui fazer uma trilha com um grupo de amigos num lugar com muito mato, rios e cachoeiras. Lindo demais! Como sempre, foi uma experiência maravilhosa. Exceto por um detalhe.

Quando chegamos na maior e na mais bonita cachoeira do lugar, ficamos um tempo observando as belezas naturais dali, até que um dos meus amigos teve a brilhante idéia de pular lá de cima. Ele não se machucou. Mas quando eu fui lá para pular… minha mente ia, mas o meu corpo não saía do lugar. Não adiantava! Tentei várias vezes, mas não conseguia pular de lá. Fiquei com medo! Assumo!

Eu não conseguia acreditar no que estava acontecendo comigo. Sei que eu não sou a pessoa mais corajosa para altura, mas também não era pra tanto! Dava pra ver todo mundo curtindo os vários pulos que eles davam e eu lá... paralisado!

Somos, ou deveríamos ser, movidos por desafios na nossa vida. Desafios pessoais, profissionais e espirituais também. Porém em todos os desafios, enfrentamos momentos de decisões cruciais: ir adiante ou não? Pular de cabeça ou retroceder?

No livro de Josué, a Bíblia relata uma história que pra muitos daria o maior frio na barriga: substituir ninguém menos que Moisés! Josué recebeu essa tarefa de Deus (capítulo 1) e ainda teve que ouvir Deus falando 3 vezes "seja forte e corajoso", e numa das vezes Deus ainda acrescentou um "muito corajoso", sem falar que na última vez Deus disse:

- Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime". (vers. 9a)

Fico pensando numa coisa: porque tanto sinal de alerta assim? "Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime"! Por que tudo isso? Precisava dar tanta ênfase assim? Mas é simples explicar isso: Deus conhece muito bem a natureza humana! Ele sabe que naturalmente pensamos em voltar atrás quando ficamos frente a frente a um desafio.

Mas Deus vai além e termina o versículo dizendo:

- "O Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar." (vers. 9b).

Isso basta! Já é suficiente para pularmos de cabeça, seja lá qual for o desafio que temos pela frente!

Tá passando por alguma luta? Deus está contigo nela?

"Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime."

Abraços!

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Por causa de uns todos pagam.

Como já disse aqui, em 2009 eu fui pra África do Sul. Uma coisa que me deparei lá e que me deixou revoltado foi a imagem que muitos de lá tinham dos brasileiros. Todos diziam que todos brasileiros eram bagunceiros e que arrumavam confusão à toa.

Mas o pior era que eu conheci brasileiros lá que faziam jus à tudo o que os sul africanos falavam de nós e não estavam nem aí para tentar melhorar essa imagem. Por causa de uns todos pagam. Eram alguns brasileiros que estavam estragando a imagem do Brasil.

E qual a imagem que os cristãos estão passando de Cristo? Você já parou pra pensar que quando as pessoas olham para cristãos mentirosos, rancorosos, vingativos, que gostam de passar por cima dos outros, que não fazem questão de serem amigos de todos e/ou que não estão sendo luz do mundo, eles relacionam que Cristo também é assim? Afinal o cristianismo, que muitos rejeitam, é de Cristo, não é mesmo?

Quem nunca ouviu alguém, que não é cristão, dizer que se acha mais cristão que muitos que ele conhece? Que imagem você tem passado para as pessoas que você tem contato no dia a dia? O que elas pensam de você? Ou melhor, o que elas pensam do Cristo que você diz ser discípulo? Os seus frutos refletem quem Ele realmente é?

Deixo Apocalipse 2: 4-5 para que você medite:

- Contra você, porém, tenho isto: você abandonou o seu primeiro amor. Lembre-se de onde caiu! Arrependa-se e pratique as obras que praticava no princípio. Se não se arrepender, virei a você e tirarei o seu candelabro do seu lugar.

Pense bastante sobre isso!

Abraços!

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Nunca esqueça que...

Uma das coisas que eu mais gosto é de viajar. Sei que muita gente que está lendo esse post também ama viajar, não é mesmo? Mas ao contrário de algumas outras pessoas, eu não tenho problema algum em viajar de avião. Consigo descansar tranqüilamente.

Mas se analisarmos friamente, o avião é um meio de transporte bem arriscado, apesar de acontecerem bem poucos acidentes, em relação aos outros meios.

Como num vôo, a velocidade é muito alta e estamos há vários metros de altura, qualquer probleminha lá em cima… já era! A pior sensação é quando passamos pelo meio de uma tempestade! Eu já passei por uma e vi o quanto é sinistro. Se a turbulência fizer o bico do avião levantar um pouco acima do permitido, o fluxo de ar passa a ser maior no "barriga" (extradorso) do avião, isso é chamado de "estol", fazendo o avião ficar totalmente fora de controle. Se algo der errado, morreremos em frações de segundo. Pra gente descansar totalmente durante o vôo, é preciso confiar 100% no piloto e ter a certeza de que ele é capaz de levar a gente de volta pra um lugar em segurança.

Essa confiança plena de que estamos seguros, mesmo correndo riscos reais de morte e de incerteza, podemos ver no salmo 23, versículo 4:

- Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum, porque tu estás comigo.

Você tem passado por momentos de turbulências na sua vida? Tem passado por situações onde qualquer probleminha pode surtir um efeito bem maior? Esse salmo mostra um nível de fé inabalável em Deus. O salmista diz que só o fato de saber que Deus está com ele, faz ele não temer mal algum, mesmo que esteja passando por um lugar de total risco como o vale da sombra da morte!!!

Ele coloca como exemplo não somente uma situação, mas um lugar. Quando estamos num vale, podemos olhar para todos os lados e continuaremos vendo o vale. E mesmo estando nesse vale, o salmista diz: "não temerei mal algum, porque tu estás comigo."

O que tem levado você a perder as esperanças ou a ficar atemorizado(a)? Busque abrigo no Deus que não falha e que não nos abandona. NUNCA esqueça que...

- O Senhor dos exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio. (Salmo 46:11)

Abraços!

terça-feira, 26 de abril de 2011

Esse é o meu sonho!

Estava vendo a entrevista de uma nadadora brasileira sobre os esforços que a prática de um esporte no nível de competição causam no corpo humano. Fiquei impressionado com o tamanho do sofrimento dela. A rotina de treinamento era algo incrível.

Ela tava falando que nada 6 horas por dia, sai da piscina de direto para a sala de fisioterapia e passa mais duas horas ali. A última coisa que ela faz nessa maratona é tomar uma injeção para ela conseguir passar o restante do dia sem sentir muitas dores. Ela já fez uma cirurgia na coluna e uma outra no ombro. Por causa disso tudo, as dores são suas companheiras do dia a dia.

Porém o que mais me chamou a atenção foi o uma coisa que ela falou:

- Não me importo se precisar fazer cirurgia em todo corpo, desde que eu consiga uma medalha olímpica. Esse é o meu sonho!

Somos cercados de sonhos. Sonhamos em comprar nossa casa própria, casar, ter um carro, um bom trabalho, passar no vestibular, ter filhos e muitos outros. São tantos sonhos…

Além desses, todo cristão deve ter como o principal e maior sonho, o de um dia estar face a face com Cristo na lugar que Ele mesmo foi preparar para nós.

Infelizmente é normal que a gente fique um pouco desanimado algumas vezes durante a nossa caminhada. Mas o livro de Hebreus, no capítulo 12, versículos 1b e 2a, fala o seguinte:

- Livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta, tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé.

Uma das palavra chaves pra mim nesse versículo é "perseverança". Muitos desistem na primeira barreira que encontram pela frente. Mas, assim como aquela nadadora, eu faço a seguinte pergunta:

- Você está disposto(a) a seguir atrás do seu sonho de encontrar com Cristo, mesmo que para isso seja necessário que você passe por quantas "cirurgias" forem necessárias?

Não desista desse seu sonho! Vale a pena!

Abraços!

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Algo diferente aconteceu!

Na páscoa desse ano, eu viajei para Bauru encontrar grandes amigos que fiz nesses últimos ano. Foram ótimos momentos que passamos juntos ali nesses dias.

No vôo da Bahia para São Paulo, estava sentado na janela bem próximo à asa direita e, quando já estávamos chegando no aeroporto de Campinas, pude ver o flap da asa entrando em ação para preparar o avião pro pouso. Como a velocidade era muito alta, precisou de apenas um leve movimento para que surtisse efeito na rota do avião. Todos nós sentimos que algo diferente aconteceu!

No mundo que vivemos hoje, existem milhões de coisas que fazem a gente se distrair. Quando a gente percebe, o tempo passou e não fizemos nada que pudesse alimentar a nossa alma. O pior é que não precisamos de muito tempo para percebermos uma grande mudança na nossa vida espiritual e o pecado já entra imediatamente na nossa rotina de vida. Não é assim mesmo?

Provérbios 4: 27 diz o seguinte:

- Não se desvie nem para a direita nem para a esquerda; afaste os seus pés da maldade.

Quais são as coisas que tem roubado o seu tempo com Deus? Quais são essas "pequenas" coisas que tem acontecido na sua rotina que tem feito você deixar de ter um momento de leitura e meditação da Bíblia, além de um tempo de oração?

Faça uma análise nas coisas que você tem feito, veja as coisas que são meramente supérfluas e que podem ser substituídas por alguns capítulos da Bíblia ou por um momento a sós com Deus. Você vai perceber rapidamente a diferença. Posso te dar certeza disso!

Faça essa análise hoje mesmo!

Abraços!

quarta-feira, 20 de abril de 2011

O dengo aumentou ainda mais

Um tempinho atrás apareceu uma cadela lá na igreja que eu freqüento e ela simplesmente escolheu que ali seria a casa dela. E ela está sempre lá na porta. Recebe carinho e todo mundo já sabe o nome dela. É uma festa com a pobre coitada da cadela.

O interessante é que logo depois começamos a perceber que a barriga dela tava crescendo mais do que o normal. Não precisa nem dizer o final da história, né? Ela estava "grávida"! Todos ficaram preocupados com ela. Foi a deixa para surgirem perguntas do tipo: como vamos fazer quando os filhotes nascerem? Quem vai ficar com eles e com ela? Pois bem, e nasceram 6 filhotes! Com isso, o dengo aumentou ainda mais.

Vendo todo esse carinho e o amor que todos estão tendo com essa cadela que apareceu "do nada", fico pensando o seguinte: quantas pessoas também aparecem "do nada" na porta, não somente da igreja que eu freqüento, mas de todas as igrejas espalhadas por aí e não movemos uma palha para ajudar? Nem somos capazes de perguntar se está tudo bem com a pessoa ou se ela precisa de alguma coisa.

1 João 3: 17-18 diz o seguinte:

- Se alguém tiver recursos materiais e, vendo seu irmão em necessidade, não se compadecer dele, como pode permanecer nele o amor de Deus? Filhinhos, não amemos de palavra nem de boca, mas em ação e em verdade.

Quando a Bíblia fala em "recursos materiais", muitas vezes relacionamos a "sermos ricos". Mas não é bem assim! Você tem dinheiro pra comprar um pão pra uma pessoa? Você tem uma roupa boa que possa doar para alguém? Isso também é ter recursos materiais! Muitos dizem: eu te amo de verdade! Mas precisamos, também, amar em ação!

No post "Eles não ficaram parados", coloquei um texto bíblico onde Jesus diz quando cuidamos de uma pessoa que está passando por necessidades, na verdade estamos fazendo isso como sendo com o próprio Jesus e isso é amar em ação.

Repare nas pessoas que passam por você. Tente observar se elas estão precisando de alguma ajuda e esteja disposto a fazer algo. Não cuide apenas dos animais. Cuide de pessoas também!

Mãos à obra!

Abraços!

terça-feira, 19 de abril de 2011

Um carro quebrado no estacionamento.

No aeroporto de Salvador tem uma coisa que me chama a atenção desde quando eu cheguei aqui na Bahia: um carro quebrado no estacionamento.

Quando eu vi esse carro pela primeira vez, pensei que tinha furado o pneu e o dono da carro não tava com o pneu de socorro ou tava furado, mas que ele voltaria para tirá-lo de lá. Mas acontece que já estou há 12 anos aqui na Bahia e aquele carro continua lá, parado e ocupando uma vaga que poderia ser usada por qualquer outra pessoa.

Fico imaginando o preço que o dono desse carro vai ter que pagar por deixar o carro parado ali todo esse tempo. Com certeza, o débito dele já deve estar muito maior do que o valor do carro. Se o carro estivesse andando nas ruas e não parado ali, o dono teria um prejuízo muito menor. Ou quem sabe, nenhum prejuízo, porque poderia trocar o carro por um outro melhor.

Muitos estão enfrentando esse mesmo problema. Ficam com sua vida espiritual estacionada, pegando poeira, ficando enferrujados. Aí quando aparece uma oportunidade de evangelizar, de demonstrar amor ou até mesmo de fazer uma oração, eles ficam sem saber o que fazer, muitas vezes por que não sabem como fazer. O pior é que tudo isso deveria ser normal na vida de qualquer cristão.

Eclesiastes 11:4 diz o seguinte:

- Quem observa o vento não plantará; e quem olha para as nuvens não colherá.

Mas o problema pode ser maior se analisarmos que muitos não estão apenas observando o vento ou olhando para as nuvens. Mas ficam atrapalhando tudo. Criticam tudo o que é feito, empurram ao invés de estender as mãos quando vê uma pessoa passando por problemas na vida. Que tipo de "cristão" você é?

Tem um ditado que diz que "se você não quer ajudar, então não atrapalhe˜. Mas na verdade, esse "não querer ajudar" não deveria existir entre nós. Eu posso não me identificar com um tipo trabalho ou não poder ajudar diretamente, o que é mais do que normal, mas eu posso orar por isso, não é mesmo? Assim já estaria ajudando de uma forma muito útil. Seria tão bom se isso fosse uma realidade…

Saia do lugar! Mova-se! Acredite: ficar parado é gera um prejuízo muito maior do que se você estivesse andando! Não seja um carro quebrado no estacionamento.

Abraços!

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Eles não ficaram parados

Dois grandes amigos meus se casaram esse ano e, sinceramente… tava tudo muito lindo! Muito mesmo! Foi um casamento que vai ficar marcado. A decoração da igreja, a cerimônia, a festa. Tudo muito legal!

Mas também vale lembrar que os dois ficaram planejando esse casamento há tempos! Já tava marcado com bastante tempo atrás. E eles não ficaram parados perdendo tempo. Eles sabiam que, para estarem curtindo a vida marido e mulher hoje, não bastava saber que chegaria o dia e a hora que eles planejaram para o casamento, era preciso fazer muita coisa para tudo estar perfeito no grande dia deles.

Fazendo uma reflexão desse casamento com a volta de Cristo, posso colocá-los juntos do grupo das noivas prudentes que está escrito em Mateus 5. Estive até conversando sobre isso com algumas pessoas hoje. Tenho visto muita gente falando da volta de Cristo, super empolgados com o grande dia, chegam a sonhar em como será, choram quando alguém toca no assunto. Mas param por aí! Não movem uma palha!

Ou melhor, "movem" sim. Vão pra igreja todo domingo. Pensam que dessa forma estão colocando óleo dentro das vasilhas. Não estão muito preocupados em se afastarem da aparência do mal, pedir perdão pelos seus pecados, nem mesmo em amar ao próximo.

O próprio capítulo 25 de Mateus diz o seguinte:

- E colocará as ovelhas à sua direita e os bodes à sua esquerda.
"Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Venham, benditos de meu Pai! Recebam como herança o Reino que lhes foi preparado desde a criação do mundo. Pois eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram; necessitei de roupas, e vocês me vestiram; estive enfermo, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram’.
"Então os justos lhe responderão: ‘Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer, ou com sede e te demos de beber? Quando te vimos como estrangeiro e te acolhemos, ou necessitado de roupas e te vestimos? Quando te vimos enfermo ou preso e fomos te visitar?’
"O Rei responderá: ‘Digo-lhes a verdade: o que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram’.
"Então ele dirá aos que estiverem à sua esquerda: ‘Malditos, apartem-se de mim para o fogo eterno, preparado para o diabo e os seus anjos. Pois eu tive fome, e vocês não me deram de comer; tive sede, e nada me deram para beber; fui estrangeiro, e vocês não me acolheram; necessitei de roupas, e vocês não me vestiram; estive enfermo e preso, e vocês não me visitaram’.
"Eles também responderão: ‘Senhor, quando te vimos com fome ou com sede ou estrangeiro ou necessitado de roupas ou enfermo ou preso, e não te ajudamos? ’
"Ele responderá: ‘Digo-lhes a verdade: o que vocês deixaram de fazer a alguns destes mais pequeninos, também a mim deixaram de fazê-lo’.

De que adianta saber que Cristo vai voltar, ficar falando de como será lindo esse dia e ficar parado sem fazer nada?

Só pra avisar aos desavisados, as noivas imprudentes disseram:

- Senhor! Senhor! Abra a porta para nós! ’
"Mas ele respondeu: ‘A verdade é que não as conheço! ’

Olhe pra sua conduta e vida cristã e responda pra você mesmo: o que você acha que Cristo dirá pra você quando Ele voltar?

Não fique parado apenas esperando o dia do casamento!

Abraços!

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Não tire o corpo fora!

Tava lendo algumas matérias sobre alguns jogadores de futebol que se machucaram e estão em tratamento para voltar a jogar. Interessante que todos eles dizem a mesma coisa. Estão ansiosos para voltar a jogar uma partida oficial. Imagino que a vontade de entrar em campo deve ser grande mesmo.

Mas também tem aqueles casos "misteriosos". O cara tá sempre machucado. É uma dorzinha aqui, outra ali. Um incômodo aqui outro ali. Mas aí você abre o jornal e o cara está numa balada dançando e fazendo mil coisas. Relaxar a perna? Ahhh, pra que? São aqueles jogadores que sempre encontram uma forma pra tirar o corpo fora.

E quantos jogadores assim você conhece? Eu conheço um bocado! O cara vai pra igreja, aprende o que é pra fazer e quando chega a hora do jogo... cai fora! E se você pensa que eu to falando do campo chamado viagem missionária, está muito enganado.

Pense comigo nesse versículo aqui:

- Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; (Mateus 5:14)

Uma luz num ambiente claro não adianta de muita coisa. Certo? Mas num ambiente escuro… faz toda diferença! Numa viagem missionária encontramos lugares escuros, espiritualmente falando? Sim! Mas e quanto aquele problema que você enfrenta em casa, no trabalho, na igreja?

Eu entendo escuridão como sendo aquele lugares onde a luz de Cristo não está brilhando. Quando a gente anda em lugares onde está tudo muito harmoniosamente perfeito, não tem nem como a gente exercitar o que a gente tem aprendido na caminhada cristã. Como praticar a paciência, o domínio próprio, a bondade, por exemplo, no meio de amigos que se amam e se respeitam?

Saiba que os lugares onde você encontra as maiores turbulências são exatamente os lugares onde Deus te coloca para demonstrar, na prática, que você tem aprendido tudo direitinho! Não tire o corpo fora! Alegre-se! Você está tendo a grande oportunidade de mostrar o amor de Deus através das suas atitudes.

Finalizo deixando Tiago 1:2-6 para aqueles que tem achado muito difícil essa prova que você tem passado, quem sabe, todos os dias:

- Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma. Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida. Peça-a, porém, com fé, sem duvidar, pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, levada e agitada pelo vento.

Vai continuar sendo difícil, mas se você pedir com fé pra Deus te dar sabedoria nessas situações, tudo ficará melhor. Pode ter certeza! Esteja ansioso para entrar em campo!

Abraços!

quinta-feira, 14 de abril de 2011

A tragédia do Rio poderia ser evitada

Antes de mais nada, quero dizer que não vou defender aquele cara que assassinou as crianças na escola. Mas também não vou criticá-lo. Vou apenas tentar dar uma outra conotação para a tragédia.

Estive lendo algumas coisas sobre o que aconteceu naquela escola em Realengo no Rio de Janeiro e ontem me deparei com umas matérias que me chamaram a atenção. Era uma entrevista com o irmão do cara que assassinou as crianças. Ele falou sobre a família e sobre muitas outras coisas. E disse também que a mãe era muito religiosa.

Fiquei viajando em várias coisas em relação a esse fato de a mãe adotiva dele ser religiosa. Ele não disse se ela era evangélica, católica ou de qualquer outra, mas creio que o assassino também chegou a participar da mesma religião dela. Também teve a oportunidade de ter a mesma conduta que era uma característica da mãe. Mas que, por uma razão ou outra, saiu dessa tal religião.

Não sei se foi o caso dele, mas sei de muitos que deixaram de ir pras igrejas que freqüentavam por causa do mal testemunhos que muitos davam dentro da própria igreja e hoje estão perdidos na bebida, drogas e outras coisas. Sei que alguns vão dizer que "se a pessoa sai da igreja por causa disso, é porque, na verdade, ela nunca foi cristã" e outros vão dizer que "essas pessoas tem que aprender que não devemos olhar para os homens e sim para Deus". Sem falar nos que vão dizer que "essa é a separação natural do joio e do trigo". São respostas automáticas muito bonitinhas. Mas a Bíblia me diz em Lucas 17:1:

- Disse Jesus a seus discípulos: É impossível que não venham tropeços, mas ai daquele por quem vierem!

Uma coisa sempre me chama a atenção nesse versículo: "ai daquele"! Você consegue imaginar o que isso quer dizer? Eu não! Prefiro nem pensar na dimensão que isso pode ter!

Quantas pessoas vivem uma vida voltadas somente para si. Não se importam com os que estão do seu lado, com a sua conduta, em dar frutos que geram vida. As pessoas que convivem com você ou aquelas que simplesmente passam pela sua vida sem um contato mais íntimo, são atraídas ou ficam mais distantes de Deus quando observam a sua forma de viver? Você tem sido pedra de tropeço em alguma área da sua vida, seja no trabalho, no trânsito, na escola/faculdade ou na sua própria casa?

A tragédia do Rio poderia ser evitada se esse cara encontrasse pessoas que o trouxesse para mais próximo de Deus e não o contrário. Mas eu te pergunto: quantos "Wellingtons" passam por você todos os dias e você não percebe e nem dá a eles uma oportunidade de ver a luz de Cristo? Pior ainda: será que as suas atitudes faz alguém tropeçar e não conseguir mais levantar?

Pense bem sobre isso!

Abraços!

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Estão incomodando!

Esse ano, fui com um grupo de jovens apresentar algumas pequenas peças teatrais cristãs na praia de Vilas do Atlântico. A gente andou por toda areia da praia e quando a gente encontrava um pequeno grupo, a gente parava e perguntava se podíamos apresentar a peça ali pra eles. Fizemos isso pela praia inteira e apresentamos várias vezes. Foi muito legal!

Mas teve um pequeno grupo que, quando perguntamos se a gente podia apresentar a peça, uma das mulheres disse que não tinha problema. Começamos a apresentar e, durante a apresentação, um homem chegou com cara de poucos amigos. Não demorou muito para ele gritar conosco:

- Vocês poderiam apresentar isso mais pra lá? Estão incomodando!

Apesar daquela mulher ter autorizado, não criamos resistência. Simplesmente, paramos a apresentação no meio, chegamos um pouco para o lado e continuamos a apresentar para as outras pessoas que estavam interessadas em ver a peça.

Quando a Bíblia fala de Zaqueu, um cobrador de impostos, vimos a prontidão dele de descer da árvore e receber Jesus na sua casa. Provavelmente, pela sua posição social, Zaqueu era uma pessoa orgulhosa, parecida com aquele cara que encontramos na praia. Mas ele teve uma reação bem diferente.

- Então ele (Zaqueu) desceu rapidamente e o recebeu com alegria. (Lucas 19:6)

Muitas vezes a gente passa por problemas em nossa vida onde o que mais queremos é ficar isolados no nosso cantinho, sem ser incomodado. Nos fechamos e, muitas vezes, quando alguém aparece para nos ajudar, simplesmente ignoramos a ajuda pelo fato de a pessoa não fazer parte do nosso grupo seleto de melhores amigos.

Se fechar no nosso mundinho pode ser um "mecanismo de defesa", mas pode também causar um enclausuramento excessivo. Tome cuidado! Peça ajuda! Permita que Cristo entre na sua casa para ter um momento maravilhoso contigo! Ouça o que Ele tem pra falar, aceite isso como sendo bom pra você, mesmo sendo através de pessoas que você não está acostumado a ouvir ou mesmo não sendo aquilo que você não gostaria de ouvir. Seja humilde como Zaqueu!

Abraços!

terça-feira, 12 de abril de 2011

É de dar nojo tanta infidelidade

Uma característica que, infelizmente, é normal no meio artístico é a instabilidade nos casamentos. E isso é reflexo das novelas e seriados que eles mesmo representam. O que temos vistos na realidade é o que passa na tv.

Existem artistas que já foram casados mais de 5 vezes, outros que tem tantos filhos de um casamento, tantos de outro. É um tal de pede em casamento hoje e, alguns meses depois, pede o divórcio. Hoje está casado com tal pessoa, amanhã está namorando com outra pessoa e já tem data marcada do casamento. Fica um vai e vem gigante. Isso é um absurdo!

Mas, no meio dessa confusão toda tem um casal que já estão juntos um tempão e eu fico feliz e, até mesmo, impressionado. Um bom exemplo no meio de vários exemplos que não é bom nem comentar. A infidelidade é geral! Me diz aí, não é de dar nojo tanta infidelidade que vimos nessa imagem de sociedade pintam pra gente?

A Bíblia nos coloca em relação a Jesus como sendo Sua noiva. Faz esse comparativo porque o casamento, a família deveria ser uma união duradoura. Mas não tem sido. Nem mesmo em relação ao nosso relacionamento com Cristo.

Quantas atitudes de infidelidade praticamos todos os dias. Falamos tanto da infidelidade dos artistas, mas não damos nenhum exemplo quando o assunto é nossa fidelidade com aquele que deu a sua própria vida por nós.

Você acha que é fiel, mesmo quando cobiça coisas que você sabe que não agradam a Deus? Seja sincero com você mesmo! Não tem pra que ficar fingindo de inocente. Você sabe muito bem onde você tem falhado. Sabe o que é pior: Jesus também sabe. Ele conhece o seu interior, conhece o seu pensamento. Não adianta tentar enganar o Noivo. Você não vai conseguir.

A aliança do noivado, Cristo nos deu com seu sangue. Mas no dia do casamento, ao invés de ganharmos uma nova aliança, ganharemos uma coroa, a coroa da vida. Porém a Bíblia faz uma ressalva:

- Seja fiel até a morte, e eu lhe darei a coroa da vida. (Apocalipse 2:10b)

É preciso ser fiel e fiel até a morte. E qual será o dia da sua morte? Você sabe? Pode ser a qualquer momento, concorda? Então… seja fiel hoje e sempre. Vigie! Caso contrário você ficará sem a coroa da vida!

Abraços!

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Tudo muito lindo, mas não serve

Uma das coisas que (infelizmente) a gente sempre encontra e deixa a gente revoltado nas viagens da SOS Global pelos lugares com catástrofes são as doações que são entregues de qualquer jeito. A gente encontra de tudo! Roupa íntima suja, roupa rasgada, calçados faltando um pé, alimentos e remédios fora do prazo de validade… é uma vergonha!

Lembro que, ano passado, lá em Alagoas, disseram pra gente que estaria chegando um caminhão com 1.000 colchões pra gente distribuir na cidade. Quando ficamos sabendo disso, a alegria era geral do povo que foi atingido pela enchente. Mas quando os colcha˜oes chegaram… ficamos revoltados automaticamente!

Era algo inadmissível. Era um colchete ridículo. Tinha uns 5 centímetros que não servia pra nada. Pra você ter uma idéia, ao invés da gente entregar 1 pra cada pessoa que estivesse precisando de um colchão, a gente tava entregando 3. Não era o ideal, mas diminuía um pouco o problema. Mas quando chegou um caminhão com colchão de verdade, nós fizemos um levantamento das pessoas que tinham recebido aquele colchenete e trocamos por esse melhor.

O pior é que todas essas doações ridículas saem nos relatórios de forma linda. "Empresa "X" doa 1.000 colchões pras vítimas", "3 toneladas de roupas doadas", Laboratório "Y" doa 100.000 remédios! Tudo muito lindo, mas não serve pra nada!

Muitas pessoas vivem um evangelho igualzinho. Não se lembram quando foi a última vez que faltaram a um culto de domingo, participam de várias coisas na igreja, viagens missionárias… fazem as coisas pra constar no relatório, puro ativismo. Estão enganando-se a si mesmos! É tudo muito lindo, mas não serve pra nada!

Isaías 29: 13 diz o seguinte:

- Esse povo se aproxima de mim com a boca e me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. A adoração que me prestam só é feita de regras ensinadas por homens.

E em Marcos 8:36 complementa dizendo:

- Que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?

Deus não perde tempo conferindo os relatórios das igrejas. Ele vê o mais profundo do coração dos seus filhos! Individualmente!

Não perca o foco! Não fique perdido no meio do caminho. O foco é e sempre será Cristo, o Messias! Ter o nome no relatório não garante nada!

Abraços!

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Qualquer lugar, menos pro Nordeste!

No final de 1998 eu vivi o meu grande despertar para missões. Tudo era louco demais, queria fazer de tudo, estar em qualquer lugar, o importante era estar fazendo missões. Nessa época, ainda morava no Rio de Janeiro. Me lembro que em uma das minhas orações eu disse o seguinte pra Deus:

- Deus, pode me mandar pra qualquer lugar! África, Ásia… qualquer lugar, menos pro Nordeste!

Só que Deus nem esperou eu terminar a oração pra me dar uma resposta bíblica. Ouvi Deus falando claramente Isaías 55:8-9 no meu ouvido:

- Os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.

Resultado: em menos de 6 meses estava chegando na Bahia para morar. E aqui estou até agora. Até quando? Depende de Deus!

Quantas vezes nós fazemos os nossos planos e falamos pra Deus como é que ele tem que ser. Falamos até detalhes, nos empolgamos e tudo! Muitas vezes olhamos pra ele como um pintor olha pra um quadro que acabou de pintar e chegamos a dizer:

- Olha, Deus, como está lindo! Você pode assinar aqui? Assim eu posso dizer pra todo mundo que foi você que fez. Aliás a glória tem que ser todo sua, né?!

Isso não é ser submisso as ordens de Deus! Isso não é tê-lo como o nosso Senhor e, sim, como nosso mordomo. Precisamos sonhar, sim! Não sou contra isso. Muito pelo contrário! Mas quando pensamos em colocá-lo em prática, perguntamos com sinceridade de coração se aquele é o projeto que Deus quer pra gente?

Afinal de contas, você sabe o que Deus quer pra sua vida? Está vivendo a sua vida ou a vida que Deus quer pra você? Cuidado, pra não chegar um momento da sua vida que se sinta arrependido de não ter feito aquilo que Deus queria que você tivesse feito. Digo pra você: não tem nada melhor, mais gratificante e mais leve do que saber e fazer a vontade de Deus pra nós!

Busque hoje mesmo saber qual é a vontade de Deus, independente da sua. Mas depois que souber, procure fazê-la. Nem que isso implique em você abandonar os sonhos e projetos que você fez pra sua vida!

Abraços!

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Esse documento é nosso!

Certa ver, eu trabalhava num departamento que recebia diariamente muitos malotes com documentos. E era comum a gente receber malote que não era destinado ao lugar que trabalhava. E, normalmente, separava esses malotes errados e depois entregava aos seus devidos setores.

Acontece que eu fui num setor entregar um malote que foi entregue errado e só tinham duas pessoas no momento. Uma funcionária e a gerente numa sala pequena. No malote não vinha o destinatário, mas pelo conteúdo, imaginei que fosse deles. Logo depois de entrar na sala, li o cabeçalho do documento e perguntei se era pra eles aquele malote.

Pra minha (ingrata) surpresa, a gerente olhou para a funcionária e disse o seguinte:

- Fale pra ele que esse documento é nosso!

Não vou negar que na hora eu fiquei pirado. A sala era pequena, só tinha a gente ali na sala. Custava alguma coisa a gerente responder direto pra mim? Precisava usar um "intermediário" pra avisar que o malote era deles mesmo? Eu entreguei o malote e saí dali na mesma hora.

Naquela sala tinham 3 tipos de pessoas: um mero ser vivente (eu), a intermediária (a funcionária) e a ser suprema (a gerente). Pelo menos era assim que ela se achava! No antigo testamento a gente encontra estes mesmos 3 tipos de personagens, porém de uma forma não tão mal educada como aconteceu ali. Para ter acesso ao Santo dos santos, era necessário todo um ritual que não cabe aqui detalhar. Mas quando Cristo veio e morreu, o véu foi rasgado, nos dando autorização e livre acesso à Deus.

Hebreus 10: 19 e 20 diz o seguinte:

- Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne,

Acontece que, na prática e sutilmente, temos visto um retorno aos tempos do véu inteiro! Estamos voltando as práticas antigas, onde uma pessoa (o sacerdote) entrava pelo Santo dos santos e depois trazia a mensagem para o povo. Pessoas estão se acostumando a ter momentos de "encontros com Deus" apenas nos cultos das igrejas. Esperam a hora da mensagem, fazem suas anotações cuidadosamente, mas não tem o seu momento individual com Deus. Não lêem a Bíblia. Quem sabe, pode até mesmo ter alguns que usam este blog ou outros para, assim, ouvir a voz de Deus.

Não é para isto que o véu se rasgou! Você é livre para buscar a Deus da sua forma! Deus está pronto para te ouvir, para falar com você. Ele ama fazer isso!!! Acredite!

Te pergunto: Quando foi a última vez que você teve uma experiência que veio de um contato seu diretamente com Deus? Quando foi a última vez que Deus não precisou usar intermediários para falar contigo? Como está o seu relacionamento com Ele?

Ter acesso direto ao Deus dos deuses, o Criador, o verdadeiro e único Ser Supremo, o Grande EU SOU, é algo sem valor!!!! E você tem esse direito dado pelo sangue de Cristo! Então aproveite!!! Você é livre!!!

Fica mais esse desafio! Pare um momento do seu dia. Peça, com toda sinceridade, pra Deus falar com você! Ele quer falar contigo!

Abraços!

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Ele roubou 3 facas e 3 garfos.

Certa vez eu fiquei sabendo que um cara que trabalhava no depósito daqui da empresa tinha sido demitido porque havia roubado um produto de lá. Eu fui logo fazendo uma lista na minha cabeça das coisas que ele poderia ter roubado. Pensei em refrigerador, tv de lcd, aparelho de som, notebook… coisas desse nível. Quando eu encontrei o gerente do depósito, fui logo perguntando pra ele o que esse cara tinha roubado, e ele me respondeu:

- Ele roubou 3 facas e 3 garfos.

- O que? Você demitiu o cara por que ele roubou 3 facas e 3 garfos? - exclamei

- Eu não o demiti pelo produto que ele roubou, mas por ele ter roubado. - respondeu ele.

Uma coisa que é bastante batido no meio cristão é que não existe pecadinho nem pecadão. Mentir para 2.000 pessoas e mentir para uma só, tem o mesmo peso. Roubar uma tv de lcd e roubar 3 facas e 3 garfos, sonegar o imposto de renda e não dizer que recebeu o troco errado num restaurante que você foi, é tudo igual. Mas será que a gente acha isso mesmo?

Estive pensando nesses últimos dias sobre vários "pecadinhos" que a gente nem encara como pecado, por motivos diversos. Pensei nas seguintes coisas, mas sei que tem muito mais:

Quantas pessoas entram na contramão com freqüência e de propósito? Quantos adolescentes dirigem sem carteira de motorista? Quantos softwares piratas a gente tem no nosso computador? Seria correto comprar roupa, tênis ou celular falsificado? E cd e dvd de camelô? A lista é grande, eu sei! Fico impressionado é que pra tudo nós temos desculpas "aceitáveis". Mas eu te pergunto: aceitáveis pra quem? Pra nós ou pra Deus?

Em Tiago 2: 10 diz o seguinte:

- Pois quem obedece a toda a Lei, mas tropeça em apenas 1 (um!!!) ponto, torna-se culpado de quebrá-la inteiramente.

Espero que ninguém tenha mentido pra vocês e dito que é fácil ser uma geração inculpável e irrepreensível (Filipenses 2: 15)! Porque não é! Não mesmo!

Só me resta fazer a seguinte pergunta diante desse desafio de ser esse tipo de geração:

- Vai continuar ou vai desistir?

Abraços!

terça-feira, 5 de abril de 2011

Todos nós ficamos preocupados

Uma vez eu fui nas praias do litoral norte da Bahia com os amigos daqui e, na volta, a gente presenciou um acidente. O motorista de um caminhão perdeu o controle e saiu da pista a ponto de tombar o veículo.

Na mesma hora paramos os carros e começamos a ligar para o SAMU e para o pessoal do pronto socorro da concessionária da estrada. A preocupação era grande porque tudo indicava, à primeira vista, que haviam vítimas ali no local, até mesmo vítima fatal. Mas por um milagre, todos estavam bem. Alguns arranhões, feridas leves e nada mais. Porém todos nós ficamos preocupados.

Mas essa nossa preocupação com os possíveis feridos me faz refletir: por que será que fazemos exatamente o contrário quando vemos uma pessoa que conhecemos caindo em pecados ou até mesmo escandalizando? Por que será que, ao invés de a gente tentar ajudar, a primeira coisa que passa pela nossa cabeça é criticar essa pessoa?

Cristo nos deu o exemplo de como era pra gente fazer. Em Romanos 5:8 diz:

- Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.

Amar quem faz tudo certinho, quem não pisa na bola, chega a ser bem mais fácil. Mas a gente deveria amar aqueles que estão passando por problemas e não ignorá-los. Aliás, são eles quem mais estão precisando de "cuidados médicos". Até quando vamos cuidar dos que estão bem de saúde e piorar a saúde espiritual dos que estão passando por problemas?

Isso não é ser igreja! Isso não é ser cristão e nem viver o verdadeiro e legítimo evangelho! Isso é uma prova de que estamos numa situação pior do que aqueles que a gente diz que estão fracos na fé!

"Cristo morreu por nós, sendo nós AINDA pecadores". Ele não esperou a gente melhorar pra, aí sim, começar a nos amar! Quando é que iremos seguir esse grande exemplo que Cristo deixou e vamos começar a amar aqueles que estão feridos por causa de algum acidente?

Pare de criticar. Comece a praticar o amor de Cristo!

Abraços!

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Afinal, é só pedir perdão

Um dia desses eu tava chegando na empresa onde trabalho e vi uma cena que me chamou a atenção.

O motorista de um dos veículos da empresa, estava esperando o semáforo da estrada que fica na frente da guarita fechar para ele poder sair. Só que ele dava sinais de que tava impaciente com a demora do semáforo fechar e, de repente, ele acelerou com tudo o carro e atravessou na frente de alguns carros que estavam na estrada. Foi uma manobra perigosa. Tanto que um dos carros teve que dar uma freada brusca e, por pouco, não causou um acidente ali, bem em frente a empresa.

Não sei se isso causou algum problema pra esse motorista depois que ele voltou pra empresa. Os seguranças viram o que aconteceu, porque essa manobra arriscada foi bem na frente da guarita. E o carro que ele tava tinha um adesivo grande com a logomarca da empresa, o que deixava as coisas ainda mais complicadas pro lado dele. A empresa podia até mesmo dar um punição a ele por isso. Aliás ele levava o nome da empresa no carro.

Muitas pessoas pensam que Deus não tem o direito de "punir" a gente pelas coisas que a gente faz. Como Deus é conhecido como o "Deus de Amor", pensam que é obrigação dEle passar a mão na nossa cabeça e relevar todas as coisas que a gente faz de errado. Afinal, é só pedir perdão e tá tudo resolvido!

O que não lembramos é que nós levamos conosco o nome que está acima de todos os nomes. O nome que é santo, o nome do Grande Deus EU SOU! Assim como esse motorista estava "sujando" o nome da empresa com aquela manobra arriscada e perigosa, quantas vezes nós "sujamos" o nome de Deus com as coisas que fazemos?

Nossas atitudes, muitas vezes, aparentam que é Deus quem está levando o nosso nome e não o contrário. Parece que nós é quem somos o protagonista da história. Mas em Ezequiel 36, versículos 22 e 23 diz o quanto Deus zela pelo Seu nome:

- Assim diz o Soberano Senhor: Não é por causa de vocês, ó nação de Israel, que vou fazer essas coisas, mas por causa do meu santo nome, o qual vocês profanaram entre as nações para onde foram. Mostrarei a santidade do meu santo nome, o qual foi profanado entre as nações, o nome que vocês profanaram no meio delas. Então as nações saberão que eu sou o Senhor, palavra do Soberano Senhor, quando eu me mostrar santo por meio de vocês diante dos olhos delas.

Saiba de algumas coisas: você não é o ator principal! O seu nome não é santo! Você não é soberano nem mesmo sobre a sua própria vida! Então, até quando você vai profanar o nome Santo de Deus? Até quando você vai dizer que é cristão e vai manter uma vida fora dos padrões cristãos? Até quando você vai viver essa falsidade consigo mesmo? Nunca esqueça que Deus zela pelo Seu santo nome!!!

Reavalie a forma como você tem vivido!

Abraços!

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Não vimos os donos da casa!

Uma vez um amigo me chamou para ajudá-lo num trabalho que ele faria na casa de um cliente dele. A gente foi lá, passamos mais de uma hora na casa desse cliente e, uma coisa me chamou atenção: nós não vimos os donos da casa! Todo o contato que a gente teve durante todo esse tempo era com os empregados, apesar de os donos da casa estarem lá. Eles estavam se arrumando dentro da casa. A gente nem ficou esperando eles para começar a fazer o trabalho. Já fomos logo colocando "a mão na massa". Não tinha muito porque ficar esperando já que a gente já sabia o que era pra fazer.

Fico preocupado que muitas pessoas fazem a mesma coisa hoje dentro das igrejas. Todos já sabem o que deve ser feito. O pessoal do som vai lá e monta tudo. A galera que projeta as letras das músicas, seja no datashow ou na retro-projetor, faz o seu trabalho. O pessoal da música, sobe toca, canta e desce. Os diáconos abrem e fecham as portas e cuidam da ordem do "culto". A pessoa responsável por trazer uma mensagem pega a Bíblia, fala durante um bom tempo, até mesmo porque sabe falar eloqüentemente. As pessoas entram, senta, levantam, cantam, fecham os olhos, falam algumas palavras soltas ao vento e vão embora. Tudo isso acontece e ninguém se preocupa em chamar o Dono da Casa para estar junto deles.

A advertência de Deus que está escrita em Isaías 1: 12-17 diz o seguinte:

- Quem lhes pediu que viessem à minha presença, quem lhes pediu que pusessem os pés em meus átrios? Parem de trazer ofertas inúteis! O incenso de vocês é repugnante para mim. Luas novas, sábados e reuniões! Não consigo suportar suas assembléias cheias de iniqüidade. Suas festas da lua nova e suas festas fixas, eu as odeio. Tornaram-se um fardo para mim; não as suporto mais! Quando vocês estenderem as mãos em oração, esconderei de vocês os meus olhos; mesmo que multipliquem as suas orações, não as escutarei! As suas mãos estão cheias de sangue! Lavem-se! Limpem-se! Removam suas más obras para longe da minha vista! Parem de fazer o mal, aprendam a fazer o bem! Busquem a justiça, acabem com a opressão.

Revejam aquilo que tem motivado a sua vida cristã! Você tem feito as coisas no automático? Você tem entrado e saído da igreja sem perceber a presença do Dono da Casa? A mensagem ta entrando e saindo do seu ouvido sem fazer a menor diferença? Sua adoração não tem passado de pequenos momentos de comoção? Ou nem isso?

Em Gálatas 6: 7 e 8 diz:

- Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá. Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna.

Cuidado para você não estar semeando para a carne e fingindo que está semeando para o espírito. O resultado final dessa prática pode ser completamente desagradável!

Cuidado! Reveja o seu caráter cristão e sua devoção ao Deus Supremo!

Abraços!

* Em tempo: não estou me referindo a nenhuma igreja especificamente. Mas se doeu...