quinta-feira, 31 de março de 2011

Vou ganhar o que em troca?

Uma coisa normal nas crianças e que, tenho certeza que não foi diferente com você, é aquele lance de fazer as coisas por que se a gente fizer ganha isso ou aquilo. Não é mesmo?

Quantas vezes isso já aconteceu com você? Tem gente que ficou tão viciada nesse "joguinho" que até hoje faz as coisas por interesse.

- Vou ganhar o que em troca?

Não é assim que acontece com muita gente? Eu mesmo já fiz muito isso. Não tenho vergonha em dizer isso. A gente sempre espera uma retribuição. Quando você ama uma pessoa e diz "eu te amo", no mínimo você espera a pessoa dizer "eu também te amo", não é isso? Você fala mas fica na expectativa da recíproca. Já é automático. Tudo é um jogo de interesse, as vezes num nível bem leve, mas no fundo no fundo, é interesse! Você ama essa pessoa, ou a ama porque ela também te ama?

Me preocupa pensar que nossa relação com Deus também tem sido a mesma coisa. Buscamos a Deus pra que Ele nos proteja, perdoe os nossos pecados e nos livre do inferno. Não to querendo dizer que Ele não faz isso, mas deveríamos busca-lo simplesmente porque O adoramos! Nossas orações deveriam ser assim, nossas músicas também.

Salmo 143:6 diz:

- Estendo para ti as minhas mãos; a minha alma tem sede de ti, como terra sedenta.

O salmista diz que "a minha alma tem sede de ti", não fala que tem "sede das Suas bênçãos" ou outra coisa.

Tem uma música de um grande músico cristão brasileiro, que ele pára no meio dela pra falar algumas coisas e ele lança o seguinte desafio:

- Ao invés de "pedir", "Senhor faz isso", "obrigado por aquilo", (…), faça um teste: "Senhor, não vou pedir nada, não vou agradecer nada, quero ficar aqui sentadinho e sentir a Tua presença".

Eu lanço esse mesmo desafio pra você! Pare agora, por 1 minuto apenas, e experimente não falar pra Deus nada além de adoração. Não peça nada, não agradeça nada! Apenas o adore pelo que Ele é, não pelo que ele fez ou pode fazer pra você! O adore!!!

Oro pra que você tenha agora mesmo uma incrível experiência com o Deus que tem um amor inexplicável por você! Ele te ama, não pelo que você pode fazer por Ele, até mesmo porque você não pode fazer nada por Ele. Mas Ele te ama pelo que você é: seu filho! Foi Ele quem te formou!

Abraços!

quarta-feira, 30 de março de 2011

Fui confundido com o traficante

Eu cheguei a ter cabelo grande quando era adolescente. Ainda morava no Rio de Janeiro. Mas não era um cabelo gigante, era algo na altura do ombro.

Só que um dia eu fui visitar um amigo e, quando eu passava na frente de uma boca de fumo, comecei a ouvir uma cara a chamar uma pessoa pelo nome. E ele não parava de chamar. Como não era o meu nome, nem olhei. Continuei andando. Mas teve uma hora que esse cara gritou novamente, só que, ao invés de gritar o nome, ele descreveu a minha roupa. Foi aí que eu olhei. Quando ele olhou pra mim, viu que eu não era quem ele tava chamando.

Assim que cheguei na casa do meu amigo, disse pra ele o que tinha acontecido e nome que o cara tava chamando. E meu amigo disse que eu fui confundido com o traficante da área! Quando saí da casa do meu amigo, fui logo cortar o cabelo! Pensei que se o amigo do traficante me confundiu com ele, imagine se fosse a polícia!!!

Lá em 1ª Tessalonicenses 5:22 diz o seguinte:

- Fuja de toda aparência do mal.

Analisando esse versículo, fico pensando o seguinte:

Quantas vezes confundem a gente por pessoas que são presas ao pecado? Será que você tem sido convidado para estar se assentando na roda dos escarnecedores? Será que esses convites surgem por que eles olham para você e vêem que você não teria problema em aceitar um convite desses?

Não quero dizer que seja errado você ter contato com pessoas que (ainda) são presas ao pecado. Não mesmo! Muito pelo contrário! Sem esse contato não existe razão para o cristianismo. O problema é fazer o que eles fazem!

O que você tem feito, o que você tem ouvido e/ou o que você tem falado que fazem as pessoas acharem o pecado seja algo normal na sua vida? Eles enxergam você sendo mais um deles?

- Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e simples como as pombas. (Mateus 10:16)

Se eles te confundem como uma pessoa que faz as mesmas coisas que eles fazem, pense bem a respeito de onde você quer chegar com isso! É entre você e Deus!

terça-feira, 29 de março de 2011

A pior parte foi a subida

No texto de hoje, voltarei a uma prática antiga de colocar nomes fictícios e "lindos" pra pessoas. Eu já falei da pessoa de hoje em outro texto (Ainda to com sede)

Uma vez eu tava fazendo trilha num lugar com muita cachoeira, subidas e descidas. Como era um dia bastante chuvoso, tinha bastante lama em praticamente todo percurso da trilha. E essa foi a parte boa! Hahaha!!! A pior parte foi a subida final. A lama atrapalhava muito a nossa trilha, sem falar que, nessa hora, todo mundo já estava cansado.

Durante a trilha, o tênis de uma das pessoas, Abrilina, foi se desintegrando. Foi perdendo o solado do pé direito, depois do esquerdo… Apesar de ser uma certa proteção pro pé dela, atrapalhava mais do que ajudava na hora de dar equilíbrio. No final da trilha, Abrilina foi obrigada a pegar o que sobrou do tênis e jogar numa lixeira que tinha ali no lugar. Não servia mais pra nada!!!

Na nossa vida, a impressão que temos é que quanto mais andamos, mas parece que algo nosso vai ficando para trás. Muitas vezes é a nossa força. E isso acaba não deixando a gente enxergar as coisas que Deus tem colocado ao nosso redor pra mostrar que Ele sempre está conosco.


Salmo 71: 1 a 3 diz:

- Em ti, Senhor, busquei refúgio; nunca permitas que eu seja humilhado. Resgata-me e livra-me por tua justiça; inclina o teu ouvido para mim e salva-me. Peço-te que sejas a minha rocha de refúgio, para onde eu sempre possa ir; dá ordem para que me libertem, pois és a minha rocha e a minha fortaleza.

Não exista nada melhor do que você, no meio da luta, parar e reconhecer que Deus é a nossa rocha, a nossa fortaleza, que é o único que pode nos salvar! Acredite, Ele está pronto pra te socorrer! Por pior que seja o momento que você está passando, nada consegue ser impossível para Deus. A gente precisa entender isso quando as lutas vem sobre nós! Afinal, confiamos ou não no Deus dos impossíveis? Confiamos ou não no único Deus que vai estar conosco mesmo quando andarmos pelo vale da sombra da morte?

Confie em Deus de todo o seu coração hoje mesmo e saiba que somente Ele pode restaurar as suas forças!

Abraços!

segunda-feira, 28 de março de 2011

Sou natural do Rio de Janeiro

Eu já estou morando aqui na Bahia há 12 anos e gosto muito desse lugar. Como toda e qualquer cidade, tem os seus problemas, mas também tem muitas virtudes. E a Bahia tem muitas. Não é o melhor lugar do mundo, mas… é muito bom! Haha!!!

Mas não tem pra onde fugir! Toda vez que pinta a oportunidade de ir pro Rio de Janeiro, instantaneamente, fico logo feliz e até esqueço dos encantos da Bahia. Aliás, apesar de já ter até um pouco de sotaque baiano, na verdade, eu sou carioca! Na minha identidade está escrito lá: Natural do Rio de Janeiro.

Um dia desses eu tava parando pra pensar na quantidade de pessoas que não são baianas e que moram aqui. E a lista é muito grande! Muito mesmo. Imagino se um dia o governo daqui criar uma lei que coloque os não-baianos pra fora daqui… Vai ser loucura! Um verdadeiro e gigante êxodo!

Mas um dia essa separação de quem é e quem não é vai acontecer! Não em relação com os baianos e não-baianos, mas com os hipócritas, os mentirosos, fariseus, os que amam mais as coisas deste mundo do que as de Deus.

Em Apocalipse fala dos cristãos mornos quando João escreveu sobre a igreja da Laodicéia. Ele diz o que Deus fará:

- Porque você é morno, nem frio nem quente, estou a ponto de vomitá-lo da minha boca. (Cap. 3, ver. 16)

É impossível vomitar algo que não está dentro da gente. Então, esse alerta é para todas as pessoas que sentam nos banquinhos de igreja todo domingo. Isso! É pra você mesmo! Sinceramente, não sei se você já parou para pensar numa coisa muito simples, mas "morno", segundo o dicionário aurélio, quer diz "algo com pouco calor". Em outras palavras: existe calor! Pouco, mas existe! Levantar a mão, chorar, pular, dançar, se emocionar num culto e fruto do Espírito nível zero, são ótimos ingredientes de um cristão morno.

Sua vida espiritual está apenas resumindo-se a ir pra igreja aos domingos? Quando olha para ela, você pode dizer que está tendo progresso ou que ela parou no tempo? Você pode até mesmo ter sotaque de cristão que está queimando, mas não passar de sotaque.

Desculpe-me pela sinceridade, mas se você está vendo que sua vida está parecida com o padrão do "cristão morno", então o risco de você estar no meio das pessoas que serão vomitadas é muito grande.

Antes que seja tarde demais, reavalie sua vida espiritual. Urgente!

Abraços!

quinta-feira, 24 de março de 2011

Eu já fui bastante tímido!

Acreditem: eu já fui bastante tímido! Pegar um microfone na frente de uma igreja??? Nem pensar!!! Preferia ficar na minha, quietinho. Fazia as minhas bagunças, mas era só com os meus amigos e nada mais!

Teve uma vez que fui numa viagem missionária com a JOCUM para São Paulo. Conheci várias pessoas por lá, obviamente, muitos missionários. Era um clima muito legal ali na equipe. Foi uma das muitas viagens que marcaram a minha vida.

Lembro uma conversa que eu tive com uma das missionárias que conheci lá. Ela, de repente, olhou pra mim e disse que quando olhava pra mim, me via com um microfone na mão falando pra uma igreja. Lógico que eu disse que isso era impossível! Eu nunca pegaria num microfone. Ainda mais na frente de várias pessoas. Sempre me achei tímido demais e sem talento nenhum pra fazer isso.

Resultado: em menos de um ano eu estava no ministério de louvor da igreja. Com o microfone na mão, na frente de várias pessoas!

Tava relendo Exodo e vi que lá no capítulo 4, dos versículos 10 ao 12, narra o seguinte bate-papo de Deus com Moisés:

- Disse, porém, Moisés ao Senhor: "Ó Senhor! Nunca tive facilidade para falar, nem no passado nem agora que falaste a teu servo. Não consigo falar bem! "
- Disse-lhe o Senhor: "Quem deu boca ao homem? Quem o fez surdo ou mudo? Quem lhe concede vista ou o torna cego? Não sou eu, o Senhor? Agora, pois, vá; eu estarei com você, ensinando-lhe o que dizer".

Quantas vezes a gente é desafiado a fazer uma coisa e a primeira reação da gente é dizer que não somos capazes de fazer isso ou aquilo, que existem pessoas melhores que a gente, que somos isso ou aquilo… inventamos desculpas, muitas delas até mesmo com muita lógica, mas não levamos em consideração que quando Deus chama, Ele capacita!

Moisés, um cara gago, foi usado de tal forma que é, sem dúvidas, um dos maiores ícones da Bíblia. A forma como Deus usou ele foi tão clara que, depois da sua morte, Deus disse o seguinte pra seu sucessor, Josué:

- Assim como estive com Moisés, estarei com você; nunca o deixarei, nunca o abandonarei. (Josué 1:5b)

A forma como Deus usava Moisés, um cara "incapaz" pra fazer aquilo que Deus o designou pra fazer, chamava bastante atenção. A palavra chave nisso tudo é: obediência. E não uma obediência de qualquer jeito. Mas uma obediência ao extremo!

Você está disposto a obedecer ao chamado de Deus pra sua vida, mesmo que você se ache incapaz de fazer o que foi pedido? Ou prefere se esconder atrás da sua "incapacidade"? Não tenha medo! Deus está com você!!!

Pense nisso!

Abraços!

quarta-feira, 23 de março de 2011

Nunca esperava isso dele!

Eu tava lendo uma matéria sobre futebol um dia desses e a pessoa entrevistada tava falando de uma situação que tinha deixado ela sem entender muito bem o que estava acontecendo.

Dentre os jogadores do time, tinha um jogador que, de acordo com o que ela falou, era um cara quieto, sério e sem muito espaço para brincadeiras entre o restante dos jogadores. Como ele era assim, então ela evitava muita aproximação até mesmo para respeitar a privacidade dele.

Mas o tempo foi passando e essa pessoa foi aproximando-se um pouco mais do grupo de jogadores e, com isso, passou a ter um pouco mais de contato com eles. Foi aí que o jogador que ela via como sendo um cara quieto e sério, levantou, foi até ela, deu um abraço e começou a brincar e fazer piadas com ela. O susto foi instantâneo. Ela percebeu que sabia quem ele era, mas não o conhecia de verdade. Foi aí que ela disse:

- Nunca esperava isso dele!

Lá em Jó 42:5 narra uma experiência parecida desse personagem bíblico que é um dos grandes exemplos pra mim:

- Meus ouvidos já tinham ouvido a teu respeito, mas agora os meus olhos te viram.

Pelas coisas que estão escritas logo no começo do livro de Jó, é fácil dizer que o conhecimento que ele tinha de Deus era algo quase que inatingível. Mesmo assim, no final do livro, depois de tantas experiências profundas com Deus, Jó diz que só agora que ele realmente passou a conhecer Deus!

Isso revela duas formas de conhecermos Deus: sabendo que Ele existe e conhecendo Ele.

Muitas pessoas hoje em dia, sabem que Deus existe. Sabem, mas não conhecem de verdade. Até já ouviram falar que Ele é o Deus protetor, misericordioso, bondoso, amoroso, fiel e assim por diante. Mas nunca experimentaram essas características da personalidade de Deus profundamente e de verdade. As vezes, a impressão que essas pessoas tem de Deus é a mesma que aquela pessoa na matéria tinha daquele jogador de futebol. Ficam com medo ou receio de ter um contato mais próximo com Deus, pensam duas vezes antes de se "jogarem" por completo na fidelidade dEle.

Eu pergunto: se Deus é realmente fiel ao extremo, então por que temos medo quando passamos pelo vale da sombra da morte? A Bíblia diz que mesmo que a gente passe por esse vale, Ele estaria conosco. Será que isso não é o suficiente para descansarmos? Se nós não conseguimos descansar, então pode ser que nós sabemos que Deus existe, sabemos que Ele é fiel e que cuida de nós. Mas precisamos ter essa certeza! Precisamos poder dizer assim como Jó disse:

- Meus ouvidos já tinham ouvido a teu respeito, mas agora os meus olhos te viram.

Busque isso! Você não vai se arrepender!

terça-feira, 22 de março de 2011

Eu não desisti de viajar

Eu amo viajar! Isso é um fato. Mas uma coisa que não adianta insistir porque eu não gosto de fazer, é arrumar a mala! Eu sei que tem gente que gosta, mas comigo não tem jeito. Faço porque não tem jeito.

Uma viagem que marcou a minha vida, foi a que eu fiz pra África do Sul. As pessoas que conheci lá, as experiências que eu tive, o aprendizado de uma nova cultura, idioma, enfim… tudo o que rolou lá marcou muito a minha vida!

Mas passei a semana inteira pensando que eu tinha que arrumar a mala pra viagem, mas deixei pra fazer isso quando não tinha mais jeito. Eu iria sair de casa as 10h da manhã pro aeroporto e comecei a arrumar a mala às 7h da manhã daquele mesmo dia. Todo aquele lance de separar as roupas, bermudas pra um lado, blusas pro outro, calça, casaco… tudo isso é um saco. Mas mesmo assim eu não desisti de viajar por causa disso!

Uma tática que eu uso para conseguir ânimo pra arrumar mala é pensar na viagem. Fico pensando o quanto ela vai ser boa. E, como essa viagem pra África do Sul era a minha primeira experiência sozinho num outro país, isso me empolgava e acabava fazendo com que o trabalho de arrumar a mala fosse algo tranqüilo.

Em Filipenses 3:13-14 diz:

- Esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus.

Muitas pessoas passam por situações na vida que a fazem desistir ou pensar em desistir de caminhar com Deus. Quando perguntamos o que houve, vemos que geralmente são coisas que causaram um certo desânimo ou até mesmo tristeza. Mas, na verdade, houve uma mudança no foco.

Tem situações nas nossas vidas que realmente nos fazem parar e repensar a vida. Repensar se vale a pena continuar. Quem nunca passou por isso? E quem é que está passando por isso? Você?

São nessas horas que precisamos realmente parar e pensar: onde eu quero chegar? O que vai ser da minha vida? Não podemos tomar decisões pensando somente no momento! Quando tudo isso aqui acabar, o que vai ser de você? Pra onde você vai?

Eu sei que é um saco arrumar mala, mas ela é importante na viagem. Passar por problemas também é um saco, ninguém gosta, mas eles são importantes para o nosso aprendizado. Precisamos passar por eles e não ficar pensando neles depois que eles já estiverem resolvidos. Não desista de "viajar" por causa deles!

Pense: qual é o alvo da sua vida? Viver eternamente com Deus? Então prossiga pra este alvo com toda força! Não deixe que as coisas dessa vida lhe deixem desanimados. Peça ajuda quanto tudo parecer destruído! Peça ajuda!!!

Abraços!

segunda-feira, 21 de março de 2011

Chuva em Lauro de Freitas

Todo ano é a mesma coisa! Chuva em Lauro de Freitas é sinal de alagamento sempre nos mesmos lugares. Qualquer um pode dizer onde está alagado: em frente da UNIME, da Cabana da Celi, da 1ª portaria, na Priscila Dutra, no Bello Ferragens, sem falar nas ruas transversais entre a Luiz Tarquinio e a estrada do Côco e no rio que sempre transborda.

Sei que ainda existem vários outros pontos de alagamento, mas esses são alguns clássicos. Chega a criar uma certa revolta. Eu moro aqui há 12 anos e sempre foi a mesma coisa. Entre prefeito, sai prefeito e nada é feito! (até rimou! Haha!!!).

Não quero nem imaginar o quanto o comércio sofre com isso! Nem teve aula na escola dos meus sobrinhos por causa da chuva. O pessoal dos jornais não precisa nem ter muito trabalho pra escrever as matérias sobre chuvas aqui. É só pegar os textos de anos passados.

E acontece a mesma coisa em relação ao pecado. Já conhecemos alguns nas nossas vidas pelo nome, sobrenome e apelido. Não é assim? Você também tem alguns pecados que sempre batem na sua porta ou isso acontece só comigo?

Paulo falou sobre isso na carta aos Romanos 7: 19

- O que faço não é o bem que desejo, mas o mal que não quero fazer, esse eu continuo fazendo.

É uma luta que travamos sempre dentro de nós. Mas precisamos buscar fortalecer o nosso espírito para poder resistir quando o pecado vier sobre nós, tentando tirar a gente da presença de Deus. Mas e como vencer isso? Nós nunca conseguiremos vencer o pecado, você pode ter certeza disso! Essa é a razão de o salmista escrever em Salmo 20 do versículo 6 ao 8 dizer:

- Agora sei que o Senhor salva o seu ungido; ele o ouvirá desde o seu santo céu, com a força salvadora da sua mão direita. Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do Senhor nosso Deus. Uns encurvam-se e caem, mas nós nos levantamos e estamos de pé.

As lutas sempre virão e isso é fato. Mas precisamos fazer menção do nome do Senhor nosso Deus! Cristo venceu a morte e o pecado. Foi Ele e não nós. Através dele é que temos essa vitória. Faça uma reforma na estrada da sua vida hoje mesmo, pedindo pra Deus livrar você desses pecados cotidianos. Não espere vir a chuva para começar a fazer as obras. Evite os alagamentos espirituais. Comece essa obra hoje mesmo! Deus te ajudará!

Abraços!

sexta-feira, 18 de março de 2011

Meu amigo foi rápido na resposta

Entre todas as pessoas que conheço, tem um cara que eu admiro bastante, tanto pela sua integridade, quanto pela sua alegria. E, assim como todos, ele também alguns "amigos" que são iguais aos amigos de Jó. Daqueles que seria mais adequado dizer que são inimigos!

Fiquei sabendo que uma vez uma desses "amigos" começou a falar das suas aventuras e da forma como aproveitava (lê-se: destruía) a sua vida. E, dentre outras coisas, tinha algo nessas farras que impedia meu amigo de fazer o que os seus "amigos" faziam: ele era fiel à namorada. Foi aí que o cara, não conformado com essa palavra chamada "fidelidade", aproveitou o momento e perguntou por que ele não traia a sua namorada. E meu amigo foi rápido na resposta:

- Eu amo minha namorada!

Pensando sobre essa resposta, reflito que ele poderia dizer que não traia a namorada porque, se ele fizesse isso, ela brigaria com ele, que teria um grande problema pela frente ou que ela terminaria o namoro e ele estaria, então, solteiro. Existe uma lista de problemas relacionados a essa atitude que ele poderia citar, mas a primeira e única resposta dele foi em relação ao amor que ele sentia por ela. Isso já era o suficiente pra ele manter-se fiel.

Por que não somos assim também em relação ao pecado? Por que fugimos do pecado com medo do que Deus pode fazer conosco e não por que O amamos de tal maneira que o pecado passa a ser algo inaceitável pra gente?

A gente consegue ver isso na vida de Daniel. No capítulo 1, versículo 8 diz:

- Daniel, contudo, decidiu não se tornar impuro com a comida e com o vinho do rei, e pediu ao chefe dos oficiais permissão para se abster deles.

Daniel não era fiel por causa do medo que ele tinha medo das conseqüências da infidelidade dele, mas porque ele era íntegro e sincero de coração, porque amava a Deus de tal ponto que comer as coisas consagradas a outros deuses era considerado abominável para ele, custe o que custar.

Ainda no livro de Daniel, no capítulo 3, tem a história de Sadraque, Mesaque e Abede-Nego. Eles foram obrigados e levados diante do rei para prostrar-se diante da estátua que o rei havia construído. Mesmo sendo ameaçados de perderem a vida caso não fizessem isso, eles continuaram firmes em sua fidelidade à Deus.

Hoje em dia, sem mesmo qualquer tipo de ameaça, nos tornamos infiéis. Optamos pelo pecado. Falamos tanto que O amamos de verdade, fazemos tantos compromissos que não passam de meras palavras soltas ao vento. Acontece que algumas palavras como amor, compromisso e fidelidade passaram a ter, na prática, uma flexibilidade muito maior.

Na prática, podemos dizer que amamos e ficar indiferente; podemos fazer um compromisso e quebra-lo minutos depois; podemos pregar fidelidade e trair sem peso na consciência. Isso não é amor, não é compromisso e, muito menos, fidelidade.

Precisamos resgatar isso. Ser fiel, ter compromisso de verdade, simplesmente porque O amamos. O nosso amor à Deus já deveria ser suficiente para detestarmos o pecado. Deveria!

Oro pra que a gente possa amá-lo de tal forma que isso reflita nas minhas e nas suas atitudes de fidelidade.

Abraços!

quinta-feira, 17 de março de 2011

Eu não me preocupo com a água.

Um dos primeiros milagres que presenciamos lá na Região Serrana, logo nos primeiros dias, aconteceu na igreja que estava recebendo a equipe. Por lá passavam mais ou menos 150 pessoas por dia, entre voluntários e desabrigados.

Uma das coisas que geralmente acontece em catástrofes deste porte, é o abastecimento de água ser afetado logo de cara! E foi isso que aconteceu. E, pensando nisso, a prefeitura de Teresópolis colocava caminhão-pipa indo em todos os abrigos para encher as caixas d`água e garantir, pelo menos pros desabrigados, um abastecimento digno de água.

Mas o interessante é que todos os dias, quando o pessoal do caminhão-pipa, chegava na igreja e ia até a caixa d`água, via que o nível estava alto e não precisava de reabastecimento. Mas como explicar isso se não estava caindo água pela tubulação e o uso de água na igreja era constante? Sem falar que a caixa d`água era de apenas 4.000 litros! Explicação simples: milagre de Deus!

Um dos líderes da igreja, quando estava me contanto isso, me disse uma frase que me fez refletir:

- Cléber, eu não me preocupo com a água. Sei que Deus está cuidando disso por nós!

Isso me faz refletir naquele versículo, que está escrito em Salmo 127, versículo 2:

- Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão de dores, pois ele supre aos seus amados enquanto dormem.

Fico pensando no que o salmista quis dizer quando escreveu que é inútil levantar de madrugada, ir dormir tarde… Quem é que nunca foi dormir tarde ou ficou acordando de madrugada pensando num problema que estava passando (ou está)? Isso é algo que acontece automaticamente! É até mesmo inevitável, não é mesmo?

Faço a seguinte pergunta: nas 24 horas que temos no dia, quando é que você está mais "vulnerável"? É quando está dormindo, não é mesmo? Se, enquanto você dorme, uma pessoa entrar na sua casa, sem que você note, e tentar fazer alguma coisa contra a sua vida, o que você pode fazer? Nada, não é mesmo? Aliás, você está dormindo e o que está acontecendo ao seu redor, mesmo sendo algo mortal, não te impede de continuar ali na cama, de olhos fechados, concorda?

Quando dormimos, estamos "fora desse mundo" por alguns instantes. E é assim que Deus quer que a gente esteja quando passamos por situações complicadas na nossa vida. Ele quer que a gente "durma nEle"! Enquanto levantamos de madrugada ou vamos dormir tarde, estamos tentando fazer algo com as nossas mãos justamente no momento em que o que Deus mais quer que façamos e descansar nEle. Quando dormimos, Ele passa a cuidar de nós.

Durante o dia, precisamos trabalhar, fazer as coisas que Ele tem nos pedido pra fazer. Mas quando chegam os momentos de escuridão, a madrugada, Ele nos chama para descansar. Nessa hora começamos a ver o cuidado, o amor e os milagres de Deus na nossa vida.

Você tem percebido que a noite está chegando na sua vida ou já chegou? Te convido a dormir em Deus hoje mesmo! Você verá o quanto Ele te ama e o quanto cuida de você!

Abraços!

quarta-feira, 16 de março de 2011

Quem foi que queimou R$50,00?

Eu cheguei a usar esse exemplo numa das devocionais da equipe da SOS Global que estava em Nova Friburgo, RJ, agora no carnaval.

Num dos dias que a gente estava fazendo trabalho com as crianças num abrigo lá de Nova Friburgo, eu encontrei um pedacinho de papel queimado no chão e me abaixei para pegá-lo e jogar no lixo. Mas eu não esperava que Deus fosse falar comigo através daquele papel queimado.

Quando cheguei perto, percebi que aquele papel nada mais era do que uma nota de R$50,00! A primeira coisa que veio à minha cabeça foi:

- Quem foi que queimou R$50,00?

Meu pensamento foi, automaticamente, direcionado pra minha carteira! Essa nota ficaria muito bem dentro dela! E como ficaria bem… Mas lá estava ela, queimada! Já não prestava mais pra nada!

Foi ai que Deus me fez lembrar do que está escrito em 1º Coríntios 3:12-15a:

- Se alguém constrói sobre esse alicerce, usando ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno ou palha, sua obra será mostrada, porque o Dia a trará à luz; pois será revelada pelo fogo, que provará a qualidade da obra de cada um. Se o que alguém construiu permanecer, esse receberá recompensa. Se o que alguém construiu se queimar, esse sofrerá prejuízo.

De que adiantava aquela nota ser de R$50,00? Ela já não servia mais para nada! De que adianta batermos no peito e dizermos que somos isso ou aquilo? Pastor, missionário, profeta, mestre, ministro de louvor, diácono, presbítero, zelador, líder disso ou daquilo são títulos que vão ficar por aqui. Todos serão passados pelo fogo.

Será que você vai acabar sendo igual aquela nota de R$50,00? Valiosa durante algum tempo, mas inútil depois do dia que ela passou pelo fogo?

Onde está sendo construído o seu alicerce? Espero que seja em Cristo!

Se não for, prepare-se!

Abraços!

terça-feira, 15 de março de 2011

A gente vai entrar assim mesmo?

Uma vez eu fui pra praia com a galera e, como já é normal aqui na Bahia, tava muito calor. A gente passou a manhã inteira na praia. Andamos muito, tomamos banho no mar e decidimos almoçar na casa de um dos nossos amigos. Mas como a praia não tinha estrutura de barraca com chuveiro, acabamos indo pra casa dele molhados com água do mar e com areia no corpo.

Era a primeira vez que eu tinha ido na casa desse amigo. Quando eu cheguei lá, vi a casa dele toda limpinha, piso brilhando, tapetes no chão. Olhei pro corpo da galera e fiquei pensando:

- A gente vai entrar assim mesmo?

Apesar do dono da casa dizer que não tinha problema, que a gente podia entrar assim mesmo, ficamos meio que sem graça de entrar, porque sabíamos que não tinha condições de não sujarmos a casa com areia da praia. Sem falar que a gente ainda tava molhado, né? Era uma preocupação óbvia, apesar de alguns entrarem sem muita cerimônia e sem se preocupar se estariam sujando ou não a casa.

No Salmo 100, versículo 4 diz:

- Entrem por suas portas com ações de graças, e em seus átrios, com louvor; dêem-lhe graças e bendigam o seu nome.

Esse versículo diz a forma como devemos entrar pelas portas e pelos átrios do Senhor: com ações de graças e com louvor. Mas como é que você tem entrado? Será que as sujeiras no seu corpo tem gerado em você algum sentimento de incômodo ou de arrependimento?

Parece que muitas pessoas hoje em dia não tem mais se importado com a sujeira dos seus corpos. É como se o pecado fosse algo normal, fingem estar tudo tranqüilo e ainda se acham santos. Eu sei que todos nós pecamos, mas temos que ter nojo do nosso pecado. Infelizmente, aquele versículo que diz que "todos pecaram" (Romanos 3:23) tem causado conformismo. É como se dissessem: "já que todos pecaram, então não preciso me preocupar com. É normal! Afinal, todo mundo faz isso!"

Nós não nascemos para o pecado, nascemos para brilhar a luz de Cristo e exaltar Seu nome!

- Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará de vocês! Pecadores, limpem as mãos, e vocês, que têm a mente dividida, purifiquem o coração. (Tiago 4:8)

Abraços!

segunda-feira, 14 de março de 2011

Eu me distraía facilmente!

Quando eu estava ainda no colegial, eu só voltava do colégio pra casa com as minhas irmãs ou, quando elas saiam mais cedo, eu voltava com uma vizinha. Nunca teve problema.

Mas teve um dia que eu fiquei esperando a minha vizinha e… nada dela aparecer! Então, como ela não apareceu, eu fui no Bob's, comi um sanduíche e fui jogar bola com o pessoal lá na quadra.

Algumas vezes eu pensava comigo:

- Minha família deve estar me procurando!

Mas eu me distraía facilmente! Era só ver a bola rolando na quadra e… lá estava eu!

Depois que me cansei fui na sala de aula da minha prima, que estudava a tarde, e ela me disse que toda a família tava me procurando! Foi aí que fui pra casa dela, que era ali perto e, quando cheguei lá, a minha mãe desmaiou e vi que a galera tava chorando sem saber o que poderia ter acontecido comigo. Não imaginava que tinha causado tudo isso! Enquanto todos estavam na correria me procurando, eu estava na quadra jogando bola e me divertindo.

Romanos 10:14 diz:

- Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue?

"Como ouvirão se não há quem pregue?" Como ouvirão? Essa pergunta sempre me incomoda! Enquanto as pessoas estão chorando, precisando de ajuda, desmaiando e… morrendo, nós estamos distraídos e não conseguimos ouvir o choro delas bem do nosso lado.

Tem uma música do Tourniquet que diz o seguinte:

- Olhe em volta e eu te mostrarei um mundo que precisa de um caminho!

Eu faço esse convite pra você. Olhe em volta de você! Tire os seus olhos das suas distrações, pelo menos por um minuto e tente ver as pessoas que estão precisando daquilo que você tem: o amor de Cristo! Elas não estão precisando de teologia, de estratégias evangelísticas, de grandes pregadores e profetas. Elas estão precisando de gente que ame o próximo como a si mesmo!

Até quando você vai continuar se distraindo com as coisas dessa vida? Até quando as pessoas chorarão ao seu lado? Até quando você vai guardar o lenço no seu bolso sujo e não vai lá enxugar a lágrima dessas pessoas? Até quando? Até quando?

Amanhã pode ser tarde demais pra essas pessoas. E pra você também!

Abraços!

sexta-feira, 11 de março de 2011

Era um ótimo currículo.

Uma vez eu trabalhei com um cara que tinha um currículo bem legal para a função que ele exercia. Cursos, idiomas, graduação, experiência… era um ótimo currículo. Apesar de não ser exigência para a função dele, também tinha bastante conhecimento com design e as ferramentas específicas para tal. A gente trabalhava em áreas distintas, mas com uma certa ligação profissional.

Teve uma vez que a nossa gerente pediu para ele criar uma logomarca pra um projeto que a gente tava começando. Fiquei super curioso pra ver a logo. Pelo currículo dele, já dava pra esperar algo bem legal.

Mas o dia que era pra ele apresentar a logo, ele tirou do bolso um papel dobrado com uma "coisa" super estranha desenhada, muito mal feita, criada no Paint e ele ainda imprimiu em preto e branco num papel de rascunho. Lógico que a nossa gerente pegou pesado com ele, né? Apesar do currículo dele, alguns meses depois, esse cara acabou sendo demitido.

Malaquias 1: 8-14 faz um comparativo com as coisas que a gente faz para o nosso superior e com as coisas que a gente faz para Deus. Leiam com atenção, fazendo um comparativo com o que você tem feito para Deus!

- "Na hora de trazerem animais cegos para sacrificar, vocês não vêem mal algum. Na hora de trazerem animais aleijados e doentes como oferta, também não vêem mal algum. Tentem oferecê-los de presente ao governador! Será que ele se agradará de vocês? Será que os atenderá? ", pergunta o Senhor dos Exércitos. "E agora, sacerdotes, tentem apaziguar a Deus para que tenha compaixão de nós! Será que com esse tipo de oferta ele os atenderá? ", pergunta o Senhor dos Exércitos. "Ah, se um de vocês fechasse as portas do templo. Assim ao menos não acenderiam o fogo do meu altar inutilmente. Não tenho prazer em vocês", diz o Senhor dos Exércitos, "e não aceitarei as suas ofertas. Pois do oriente ao ocidente grande é o meu nome entre as nações. Em toda parte incenso e ofertas puras são trazidos ao meu nome, porque grande é o meu nome entre as nações", diz o Senhor dos Exércitos. "Mas vocês o profanam ao dizerem que a mesa do Senhor é imunda e que a sua comida é desprezível. E ainda dizem: ‘Que canseira! ’ e riem dela com desprezo", diz o Senhor dos Exércitos. "Quando vocês trazem animais roubados, aleijados e doentes e os oferecem em sacrifício, deveria eu aceitá-los de suas mãos? ", pergunta o Senhor. "Maldito seja o enganador que, tendo no rebanho um macho sem defeito, promete oferecê-lo e depois sacrifica um animal defeituoso", diz o Senhor dos Exércitos; "pois eu sou um grande rei, e o meu nome é temido entre as nações. "

Quando Deus pede para você fazer algo para Ele, como é que você faz? De qualquer jeito ou faz como se fosse a coisa mais importante que você tem pra fazer? Você vai além do limite ou faz só pra constar que fez, pra sair no relatório? Depois de ler esse texto de Malaquias, como você acha que está o coração de Deus ao ver o seu "esforço" em prol do Reino?

Acabou o tempo de ficar brincando de crente, de membro de igreja evangélica! Vamos arregaçar as mangas!!!

No versículo 10, Deus diz: "ah, se um de vocês fechasse as portas do templo. Assim ao menos não acenderiam o fogo do meu altar inutilmente. Não tenho prazer em vocês!"

Te pergunto: você acha que quantas igrejas sobrariam abertas hoje em dia? Faço apenas uma ressalva: você é a igreja de Deus aqui na terra! Será que Deus estaria pedindo para manter as suas portas abertas ou fechadas?

Pense nisso!!!

quinta-feira, 10 de março de 2011

Um objeto proibido

Ontem, quando eu tava arrumando a mala pra voltar do Rio de Janeiro, separei as coisas que podiam ir dentro do avião e as coisas que podiam ser despachadas. Eu fazia o check list pensando no que não podia levar dentro do avião: líquidos, objetos cortantes, animais, armas, bombas, gás letal e coisas desse tipo. Procurei mas não encontrei nada disso na mochila.

E lá fui eu passar a mochila no dectetor de metais para entrar na sala de embarque e… ouvi a mulher falando que tinha algo suspeito dentro dela. Na hora fiquei calmo e pensei que poderia ser a lanterna de cabeça. Mas ela disse que não era. E lá fui eu tirar tudo de dentro da mochila para procurar a tal coisa que ela tava falando.

O pior é que tava tudo "socado" dentro da minha mochila, era quase que um quebra-cabeça pra tentar tirar tudo dali. Deu muito trabalho, mas consegui encontrar o que tava me impedindo de embarcar: era o meu canivete!

Resultado: tive que voltar novamente para o check in da empresa aérea, lá fora, pegar a fila novamente. Foi todo um processo para despachar a minha mochila. Não tinha negociação para embarcar com aquele canivete. Tava proibido.

Da mesma forma, existem "objetos" proibidos para a maior de todas as viagens que será quando Cristo voltar para nos buscar! Vivemos todos os dias arrumando a mochila que levaremos conosco para a sala de embarque e teremos que passá-la no dectetor de Deus. Isso é certo! Coisas como a fé e o amor passam sem maiores problemas nessa mochila. Mas outras… sem negociação!

O que será que você tem carregado na sua mochila? Será que em algum cantinho dela tem algo "escondido" e que impede você de embarcar nessa viagem? Lembre-se que não tem como esconder nada!

O problema é que muitas vezes nós sabemos qual é o objeto proibido que carregamos na nossa mochila e muitas vezes não queremos largá-lo. Pensamos que ainda falta muito tempo pra começar essa viagem. Mas quem te garante isso? Você precisa voltar hoje mesmo pro check in e se livrar dessa "carga"! Mas nessa viagem, você nunca mais verá esse objeto proibido.

Apocalipse 2: 5 faz um alerta:

- Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres.

Você vai esperar mais quantos dias para voltar, se arrepender e praticar as primeiras obras? Vai esperar o "avião" partir? Ele pode partir hoje mesmo e você nem ter muito tempo para ver o que pode levar e o que nao pode levar.

Esteja sempre preparado!

sexta-feira, 4 de março de 2011

Ele não ligou novamente!

Trabalhar em pós-venda é correria total, mas também faz a gente dar muitas risadas de algumas cenas bem inusitadas. Sempre tem um cliente que liga pra lá pagando mico.

Um dia, teve um cara que ligou dizendo que a geladeira dele estava com problemas. O atendende começou a fazer a análise inicial do caso, deixando o cliente falar tudo o que estava acontecendo com a geladeira dele, falando sobre a data da compra, marca e modelo do aparelho e assim por diante.

Depois que o cliente falou o que precisava falar a respeito do problema, começaram então as famosas e necessárias perguntas existentes em todo call center. Foi perguntado se a voltagem do produto era a mesma da casa, foi feito um passo a passo da forma correta de ligar uma geladeira e tudo estava normal. O atendente perguntou se a tomada estava funcionando e o cliente disse que era a mesma tomada que a estava a geladeira antiga, ou seja, estava funcionando. Como não tinha mais o que fazer por telefone, foi informado ao cliente que iriam agendar uma visita do técnico somente para ele fazer um laudo e, confirmando o defeito, o produto seria trocado.

Foi ai que o cliente deu uma informação super importante. Ele disse o seguinte:

- Olha só, eu não sei se tem a ver, mas tem um pessoal da empresa de energia mexendo no poste na frente da minha casa.

O atendente respirou e perguntou:

- Meu senhor, tem energia na casa do senhor?

- Não. - respondeu o cliente.

O atendente respirou muito mais fundo, contou até 10, depois até 20 e respondeu:

- Então quando a energia voltar, o senhor, por favor, pode repetir todo o procedimento e, se a geladeira não ligar, o senhor pode retornar a ligação para a nossa central de atendimento, tudo bem?

Ele não ligou novamente! Deve ter resolvido o problema sozinho! Hahahaha!!!

Eu fico impressionado com a "inteligência" de certas pessoas. Até que alguém me prove o contrário e até onde eu sei, é óbvio que para ligar um produto eletrônico, é necessário ter energia no local. Até onde eu sei.

Da mesma forma eu também sei que, tão óbvio quanto isso, o cristão deve ser imitador de Cristo. Mas eu tô falando do verdadeiro Cristo, aquele que tá escrito na Bíblia, não aquele que é pregado em muitas igrejas.

E uma das passagens que fala do modo de viver de um verdadeiro cristão é Romanos 12, de 9 a 21. Ela fala da essência de tudo que é o amor:

- O amor deve ser sincero. Odeiem o que é mau; apeguem-se ao que é bom. Dediquem-se uns aos outros com amor fraternal. Prefiram dar honra aos outros mais do que a si próprios. Nunca lhes falte o zelo, sejam fervorosos no espírito, sirvam ao Senhor. Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração. Compartilhem o que vocês têm com os santos em suas necessidades. Pratiquem a hospitalidade. Abençoem aqueles que os perseguem; abençoem, e não os amaldiçoem. Alegrem-se com os que se alegram; chorem com os que choram. Tenham uma mesma atitude uns para com os outros. Não sejam orgulhosos, mas estejam dispostos a associar-se a pessoas de posição inferior. Não sejam sábios aos seus próprios olhos. Não retribuam a ninguém mal por mal. Procurem fazer o que é correto aos olhos de todos. Façam todo o possível para viver em paz com todos. Amados, nunca procurem vingar-se, mas deixem com Deus a ira, pois está escrito: "Minha é a vingança; eu retribuirei", diz o Senhor. Pelo contrário: "Se o seu inimigo tiver fome, dê-lhe de comer; se tiver sede, dê-lhe de beber. Fazendo isso, você amontoará brasas vivas sobre a cabeça dele". Não se deixem vencer pelo mal, mas vençam o mal com o bem.

Não fazer qualquer um desses pontos é ser tão ignorante quanto aquele cliente lá de cima. Não ser assim, ou pelo menos, não procurar ser assim é o mesmo que não ser cristão! Ou você acha quer ser cristão é apenas ser membro de uma igreja? Por favor, são coisas bem distintas. Ser membro de uma igreja é uma coisa e ser cristão é outra. Deveria ser a mesma coisa, mas não é! E não se iluda com isso! O que Cristo encontrou nas igrejas não foram servos fiéis. Ele encontrou seus próprios assassinos.

A Bíblia é cheia de repreensões contra os hipócritas, não seja você mais um deles!

- Tenham cuidado com a maneira como vocês vivem; que não seja como insensatos, mas como sábios, aproveitando ao máximo cada oportunidade, porque os dias são maus. Portanto, não sejam insensatos, mas procurem compreender qual é a vontade do Senhor. (Efésios 5:15-17)

Pense bem sobre isso!

Abraços!

quinta-feira, 3 de março de 2011

O meu relógio novo

Quando era criança eu ganhei vários presentes que gostei pra caramba. Mas sempre tem alguns que a gente acaba lembrando com mais carinho, né? Pense aí: qual foi o presente que você ganhou quando era criança e que você se lembra até agora? Sempre tem algum! O interessante é que nem sempre é o mais caro.

Eu me lembro de um relógio que eu ganhei num aniversário. Foi o meu primeiro relógio. Caraca, você não tem idéia do quanto eu gostei dele. Passei a festa toda dando um jeito de ficar com o braço direito pra cima pra que todo mundo pudesse ver o meu relógio novo.

Um tempão depois eu vi as fotos do aniversário e vi que em todas elas o meu relógio novo estava aparecendo. Tinham situações que não tinha porque eu levantar o braço, mas eu dava um jeito! Tava muito feliz com o meu relógio novo!

O pior é que ele não era a prova d`água e, durante a festa, ele acabou molhando e estragando! Precisa dizer que aquela foi a exata hora que a festa acabou pra mim?

Essa minha alegria e o valor que eu dei para esse presente e o malabarismo que fazia para mostrá-lo me fez lembrar Mateus 13:45-46 que diz assim:

- O Reino dos céus também é como um negociante que procura pérolas preciosas. Encontrando uma pérola de grande valor, foi, vendeu tudo o que tinha e a comprou.

Tanto eu quanto o negociante tínhamos algo de muito valor pra gente. Cada um demonstrou de uma forma diferente o valor daquilo. No caso do negociante, ele vendeu tudo o que tinha para comprar aquela pérola.

Baseado no que falamos e cantamos, tenho uma pergunta que não quer calar é:

- Se o Reino dos céus realmente é tão importante assim pra nós, então porque não somos capazes de abrir mão de quase nada em prol dele?

É uma luta gigante pra encontrarmos pessoas que estejam dispostas a acordar um pouco mais cedo pra fazer algo pra Deus. Não vou nem falar da dificuldade quando envolve feriado ou quando já estava programada uma ida à praia, cinema ou algo do tipo, tá bom!

Se você tem pensado duas vezes antes de abrir mão de alguma coisa pessoal para poder fazer algo pra Deus, eu te pergunto: Será que você realmente encontrou esse tesouro tão importante? Ou será que ele realmente é tão importante assim pra você? A praia, o feriado, a diversão, o cinema, a cama, o não fazer nada tem sido mais importante que esse tesouro que você tanto diz que encontrou?

Fica esse alerta aqui:

- Conheço as suas obras; você tem fama de estar vivo, mas está morto. Esteja atento! Fortaleça o que resta e que estava para morrer, pois não achei suas obras perfeitas aos olhos do meu Deus. Lembre-se, portanto, do que você recebeu e ouviu; obedeça e arrependa-se. Mas se você não estiver atento, virei como um ladrão e você não saberá a que hora virei contra você. (Apocalipse 3: 1-3)

Pense muito bem nisso!

Abraços!

quarta-feira, 2 de março de 2011

Tem segurança particular na rua!

Teve uma vez que eu saí com alguns amigos e, como não poderia ser diferente, a gente se divertiu pra caramba e saímos de onde estávamos muito tarde. Foi aí que um cara que tava lá, pediu pra gente acompanhar ele até a sua casa, porque, como a garagem dele estava em reforma, ele tava guardando o carro na casa de uma outra pessoa da rua. Então, como já era muito tarde e a rua era muito deserta, por medida de segurança lá fomos nós!

No meio do caminho ele disse uma coisa pra gente:

- Não precisa ficar muito tempo lá não. Tem segurança particular na rua!

Quando ele disse isso, ficamos até um pouco mais tranqüilos. E assim que chegamos na rua, vimos o segurança sentado embaixo de uma árvore bem do lado da garagem onde nosso amigo guardava o carro, tava um pouco escuro e a primeira coisa que pensamos foi que a estratégia desse segurança de ficar ali no escuro era muito boa, porque se aparecer um ladrão vai pensar que a rua está deserta e, assim, ele, o segurança, surpreende o cara.

A primeira coisa que a gente fez foi ir lá cumprimentar o segurança. Paramos o carro na frente dele, demos um "boa noite", buzinamos e… nada do segurança acordar!!! Resolvemos ajudar o nosso amigo a guardar logo o carro. Abrimos o portão, ele colocou o carro lá dentro, fechamos o portão e o segurança… continuava dormindo! Resolvemos acordar o cara e assim fizemos. Ele levantou e começou a andar como se estivesse fazendo a ronda dele. Cara de pau! Hahaha!!!

O Salmo 121 fala de um Segurança bem diferente desse:

- Levanto os meus olhos para os montes e pergunto: De onde me vem o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra. Ele não permitirá que você tropece; o seu protetor se manterá alerta, sim, o protetor de Israel não dormirá, ele está sempre alerta! O Senhor é o seu protetor; como sombra que o protege, ele está à sua direita. De dia o sol não o ferirá, nem a lua, de noite. O Senhor o protegerá de todo o mal, protegerá a sua vida. O Senhor protegerá a sua saída e a sua chegada, desde agora e para sempre.

Você já passou por alguma situação na sua vida onde você teve a impressão que Deus estava sentado e dormindo num santinho escuro da sua vida? Quem sabe, você pode até mesmo estar passando por uma situação dessa por agora. Eu sei que são situações que fazem a gente muitas vezes até duvidar de Deus! Os problemas nos sufocam!

Mas o salmista, num momento de angústia, faz uma pergunta que muitas vezes nós não conseguimos nem mesmo encontrar tempo para parar e faze-la:

- De onde me vem o socorro?

E a resposta logo em seguida é extremamente confortante:

- O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra!!!

Caracaaaaa!!!! Você já parou pra pensar nisso???? O Deus que criou todo o céu e toda a terra, que criou os seres viventes, que criou você, que criou tudo, extremamente tudo, é dEleeee que vem o seu socorro!!! Você consegue entender isso??? Ele é seu protetor! Ele não dormirá! Ele guardará a sua saída e a sua chegada, desde agora e para sempre!!! Deus é maravilhoso demais! O problema que você está passando, também é dEle. Assim como um pai se importa com um filho, o Deus Pai também se importa com você!

Deixo por último o Salmo 125: 1

- Os que confiam no Senhor são como o monte Sião, que não se pode abalar, mas permanece para sempre.

Confie no Senhor, mesmo quando tudo estiver parecendo que está dando errado! Confie! Ele está contigo.

Abraços!

terça-feira, 1 de março de 2011

Mas isso não é mamadeira!

Deixa eu contar uma coisa que aconteceu comigo quando ainda era bebê! Essa história é contata na minha família. Eu era tão pequeno que não me lembro dela. Mas vou contar o que ouvi lá em casa, tá bom?

Então… teve um dia que minha mãe precisou sair e, como eu era muito pequeno, deixou minhas duas irmãs para me dar mamadeira (ohhhh!!! hahahaha!!!). E o recado estava bem dado.

- A mamadeira tá esfriando em cima da pia. Não esqueçam de dar a mamadeira pro irmão de vocês. - Recado dado!

Acontece que, quando minha mãe voltou pra casa, ela viu que a mamadeira continuava no mesmo lugar que ela tinha deixado. Lógico que ela foi perguntar pras minhas irmãs por que elas não fizeram o que ela tinha mandado. O lance é que minhas irmãs insistiam em dizer que tinham me dado a mamadeira. Óbvio que minha não tava acreditando porque ela viu que ela tava lá no mesmo lugar e com a mesma quantidade de leite. Mas como minhas irmãs falavam com toda certeza que tinham feito o que minha mãe tinha pedido, minha mãe levou minhas irmãs na cozinha pra mostrar que elas estavam mentindo.

Foi nessa hora que o mistério foi desvendado! Minhas irmãs mostraram pra minha mãe a "mamadeira" que tinham me dado e que ela estava vazia. No mesmo instante minha mãe disse:

- Mas isso não é mamadeira! É detergente de côco!!!

Acreditem! Minhas irmãs me deram detergente! Isso explica muita coisa né? hahaha!!!

(Pausa para risadas! Eu deixo!!!)

Eu não tinha muito o que fazer! Estava sendo alimentado por elas!!!

Em Efésios 4:14 e 15 diz o seguinte:

- O propósito é que não sejamos mais como crianças, levados de um lado para outro pelas ondas, nem jogados para cá e para lá por todo vento de doutrina e pela astúcia e esperteza de homens que induzem ao erro. Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.

Muitas vezes a gente se encontra em situações que somos levados de um lado para o outro pelas coisas dessa vida. Muitas vezes somos levados por amizades ou por um namoro, trabalho, estudo. Na maioria das vezes não vemos "intenção" nas pessoas em nos tirar do foco. Muitas vezes insistimos em dizer que não tem nada a ver. Nem conseguimos perceber que estamos sem ler a Bíblia com a mesma freqüência, sem ter um momento de oração, somos tomados por compromissos e coisas muito boas de se fazer. Boas mesmo!

De repente, vemos os problemas surgindo bem na nossa frente, nos sentimos enfraquecidos, achando a carga pesada demais para levarmos. São conseqüências automáticas!

Precisamos orar e pedir pra Deus dar sabedoria pra gente conseguir ver esses "obstáculos" na nossa caminhada e força pra gente conseguir tirá-los da nossa frente. Isso faz parte do nosso amadurecimento espiritual. Ficaremos mais forte e não seremos tão levados e nem alimentados por "homens que induzem ao erro", porque estaremos firmados em Cristo!.

Não poderia terminar sem deixar o Salmo 119:9 que eu considero como sendo uma das principais e mais importantes dicas para a nossa vida.

- Como pode o jovem manter pura a sua conduta? Vivendo de acordo com a tua palavra.

Busquem mais de Deus hoje mesmo!

Abraços!